Próxima geração de gênios tecnológicos que se inscrevem para estudar criptomoedas

Em um aceno na direção de que as criptomoedas estão indo, a juventude do globo está crescendo em direção a cursos universitários que oferecem ensino em criptografia, bem como criptomoeda.

O valor do Bitcoin está disparando, e os alunos estão identificando um novo mercado que está emergindo que eles estão tentando se preparar para os cursos credenciados por universidades.

Altamente popular

Dan Boneh, diretor conjunto do Stanford Computer Security Lab e professor de criptografia, observou que a segurança e a criptografia representam o segundo assunto mais popular no departamento de informática da universidade, atrás do aprendizado de máquina.

Ele acrescenta: "Muitas pessoas se sentem atraídas pelas enormes avaliações dessas moedas. As criptomoedas são uma maneira maravilhosa de ensinar a criptografia. Há um monte de aplicações novas para criptografia que não existiam antes".

O aumento da popularidade tem sido comparável ao crescimento da moeda digital que produz todo esse ruído, o Bitcoin. Ele atingiu o grande público de uma maneira grande, e agora há uma segunda onda daqueles que procuram ser mais do que apenas investidores na tecnologia potencialmente revolucionária.

Em 2015, Boneh começou a dar aulas sobre o Bitcoin e criptomoedas e rapidamente atraiu mais de 100 alunos. Boneh disse que mais de um milhão de pessoas se inscreveram para uma aula de criptografia on-line que ele ensina através do site Coursera.

Espalhando através dos campi

Em Pittsburgh, Vipul Goyal da Carnegie Mellon está usando o livro didático interativo on-line de Boneh para uma aula chamada Tópicos Especiais em Criptografia que a escola está oferecendo pela primeira vez neste ano.

Cerca de 20 alunos, principalmente candidatos a doutorado, estão assistindo as aulas que se concentram em Blockchain e criptomoedas.

A tendência não se limita apenas a estas duas universidades: a Universidade da Califórnia em Berkeley lançou um curso no ano passado chamada Decalque de Criptomoeda e, em 2015, o Media Lab de Instituto de Tecnologia de Massachusetts estabeleceu a iniciativa Digital Currency.

O Bitcoin, a sua tecnologia subjacente Blockchain, e a teoria por trás disso, a criptografia, são grandes negócios, já que já houve evidência de crescimento no mercado de trabalho para as disciplinas associadas.

É compreensível, portanto, que os estudantes universitários desejem se alinhar com uma tecnologia em expansão que está desesperada pelo crescimento e só tem a se beneficiar de capital humano adicional.