Novo malware de mineração de Monero mira dispositivos Android, milhares infectados

Pesquisadores da empresa chinesa de segurança cibernética 360Netlab descobriram um novo malware de mineração de criptomoeda baseado em Android que infecta dispositivos Android vulneráveis para minar moedas digitais, conforme relatado em uma postagem no blog oficial da empresa em 6 de Fevereiro.

Como a 360Netlab informou, o script ADB.Miner pode afetar qualquer tipo de dispositivo Android, incluindo smartphones, tablets e aparelhos de televisão. O malware infecta o dispositivo para retirar as moedas Monero (XMR) e envia todos os fundos adquiridos para uma única carteira. [Nbsp]

De acordo com a publicação do blog da 360Netlab, o script de mineração de criptomoeda ADB.Miner vem infectando dispositivos desde 5 de Fevereiro, conseguindo se infiltrar em mais de 7.000 dispositivos Android , principalmente na China e na Coreia do Sul . Os pesquisadores enfatizam que a velocidade de proliferação do ADB.Miner é alta, uma vez que o número de dispositivos afetados dobra a cada 12 horas. [Nbsp]

O malware está sendo espalhado usando o Debug Bridge (ADB) publicamente acessível em uma porta aberta 5555, que normalmente está fechada. Na fase atual da pesquisa, os especialistas em segurança afirmam que "não tem ideia sobre como e quando esse porta foi aberta".

Na semana passada, a Cointelegraph relatou outro caso de malware de mineração, desta vez de Monero, o botnet da Smorinru, que conseguiu roubar mais de 9 mil Moneros desde Maio de 2017. Anteriormente, em 26 de Janeiro, o malware da mineração de Monero atacou os PCs dos usuários através de anúncios on-line que servem o código Coinhive, que afetou grande número de usuários e sites em todo o mundo.