Nova propaganda do Google questiona a validade da criptomoeda como dinheiro

O Google entrou no debate sobre a criptomoeda como dinheiro na terça-feira, 9 de outubro, discutindo a sua utilidade durante um vídeo o para o novo recurso da ferramenta Google Assistant.

Ao clicar em uma tela de identificação na tela de chamada, dois apresentadores do Google entram em uma breve discussão sobre a cripto em uma simulação de discussão.

Uma tela de chamada mostra a identidade de um telefonema como sendo da "companhia elétrica" e o propósito da chamada - outra tela da tela de chamada - como a “conta super alta” de um dos apresentadores.

“A mineração de criptomoeda consome um monte de energia”, argumenta o apresentador, o que elicia a resposta do outro:

“Criptomoeda? Esse dinheiro não é real.

 

Por que o Google escolheu focar na cripto na tela de chamada em particular não está claro, ainda que reflita a posição algo obscura do Google sobre a indústria cripto.

Como a Cointelegraph relatou, a empresa deu um giro de 180 graus em sua proibição de propaganda de criptomoeda que havia sido iniciado em junho.

A partir deste mês, a empresa confirmou que mudaria sua política para “permitir que as casas de câmbio de criptomoedas reguladas anunciassem nos Estados Unidos e no Japão”.

Embora não tenham sido registradas fontes para explicar o ímpeto por trás da mudança de opinião, a apresentação da tela de chamada oferece mais um indício de que a postura do Google está longe de ser unilateral.

"Tenho uma novidade para você", continuou o apresentador envolvido na mineração de cripto, "o dinheiro não é real", ao qual o outro responde:

"Você vai viver essa mentira?"