Novo colaborador de ETFs blockchain Elwood planeja novas opções de investimento em cripto

A empresa de gestão de ativos Elwood Asset Management, do Reino Unido, quer aumentar suas ofertas de criptomoeda após colançar um fundo negociado em bolsa (ETFblockchain, informou a Bloomberg em 12 de março).

A Elwood, que pertence ao bilionário criador da Brevan Howard, Alan Howard, fez uma parceria com a Invesco para trazer um ETF blockchain ao mercado nesta semana.

Agora, a empresa disse aos repórteres que já está de olho no que mais poderia oferecer aos investidores institucionais ansiosos para ganhar exposição na arena da criptomoeda.

“A única maneira de as instituições obterem exposição significativa a ativos digitais era comprar Bitcoin, mas muitas estão relutantes ou são incapazes de fazê-lo - e por boas razões”, disse seu CEO, Bin Ren, à Bloomberg, acrescentando:

“Um ETF oferece uma maneira altamente líquida e regulada de ganhar exposição. Este é o ponto certo para começar."

Ren não mencionou produtos ou serviços específicos que a Elwood poderia oferecer.

“A Elwood também planeja desenvolver investimentos atrelados ao comércio de ativos digitais, e pode eventualmente oferecer exposição a criptomoedas como Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH)”, resumiu a Bloomberg.

Os produtos de investimento em criptomoeda continuam a ganhar aceitação e publicidade, uma tendência que é contrastada pelo clima regulatório de retalhos ainda existente, que faz com que servir um grande número de clientes varie em dificuldade dependendo da jurisdição.

Como o Cointelegraph relatou, tanto o Reino Unido quanto os Estados Unidos atualmente apresentam ambientes incertos para os operadores.

Londres tem observado a proibição de certos instrumentos de negociação relacionados a criptomoeda, enquanto nos EUA, a conformidade regulatória levou ao repetido atraso da Bakkt, uma importante plataforma de negociação institucional que muitos esperam que aumente dramaticamente o perfil público da indústria.