Nova proposta de melhoria do código do Bitcoin visa tornar testnet mais estável

Uma proposta para a testnet do Bitcoin, apelidada de Signet, foi apresentada por um programador de BTC chamado Karl-Johan Alm no início desta semana para tentar resolver os principais problemas da rede.

A rede de testes do Bitcoin é uma rede que roda com os mesmos parâmetros da rede original do Bitcoin, mas sem impactar a rede principal do criptoativo.

A testnet é muito importante para o protocolo pois permite a realização de testes de novos aplicativos sem a necessidade de se utilizar a rede principal do Bitcoin. 

Além disso, os desenvolvedores do protocolo podem usá-la para testar a viabilidade e a segurança de importantes alterações no protocolo do Bitcoin em grande escala, como o Segregated Witness por exemplo.

O programador de Bitcoin Karl-Johan Alm chegou a classificar a testnet do Bitcoin de “notoriamente não confiável”, apresentando depois nova proposta de melhoria de Bitcoin (BIP - Bitcoin Improvement Proposal). Alm espera mudar isso com um novo modelo de testnet para o Bitcoin, que seria capaz de contornar os problemas da testnet original.

Ele disse complementou:

“A Signet é como Bitcoin, mas é completamente centralizado e controlado por uma ou várias pessoas. Essas pessoas têm que assinar um bloqueio para que seja realmente válido ”.

De fato, muitos dos problemas em relação à rede de testes têm alguma relação com os blocos de mineração. Eles estariam mais propensos ao erro na testnet do que a rede Bitcoin real. Alm explica algumas das questões da proposta de melhoria de Bitcoin, dizendo:

“[Algumas das questões como] Reorganizações de blocos enormes, longas lacunas entre blocos sendo minadas ou rajadas súbitas de blocos em sucessão rápida significam que testes realistas de software, especialmente envolvendo várias partes independentes executando software durante um longo período de tempo, tornam-se inviáveis na prática."

A proposta ainda destaca que esse tipo de evento ocorre mais naturalmente no Bitcoin, pois ele possui uma rede distribuída.

Ele diz ainda que “o objetivo não é ser perfeitamente confiável, mas sim ter uma quantidade previsível da probabilidade de falhas. Você quer que uma rede de teste se comporte como a mainnet (ou seja, não há milhares de reorgs de bloqueios), ao mesmo tempo em que facilita a ativação de eventos esperados, mas raros, como uma reorganização de 6 blocos”.

Ele ainda termina explicando que “a Signet ajuda a evitar esses problemas porque o signatário é fixo. Fazer blocos pode ser muito barato porque você não compete com ninguém e não há nenhum problema de segurança com uma baixa taxa de hash, pois ninguém mais tem as chaves particulares".

A rede teste de protocolos descentralizados é extremamente importante para a evolução do protocolo e para o desenvolvimento de novos aplicativos. Por isso novos projetos geralmente lançam a testnet antes da rede principal.

Conforme reportado pelo Cointelegraph, o Facebook anunciou o lançamento da testnet da libra logo após o lançamento do whitepaper do projeto.