Minerar Bitcoin nos Estados Unidos? Melhor Faze-lo Em Louisiana, Diz Estudo

Um estudo da companhia de energia elétrica Crescent Electric (CESCO) revela que o estado de Louisiana é o estado mais barato dos Estados Unidos para minerar Bitcoin.

Mineração de moeda digital requer muita energia elétrica e o custo dessa energia é diferente em cada estado.

Baseado no mais recente estudo da CESCO sobre o custo da mineração da criptomoeda nos Estados Unidos, atualmente é mais barato minerar Bitcoin em Louisiana -- com o custo da eletricidade em 9,87 centavos por watt o custo médio para minerar uma Bitcoin está em $3.224.   

Isso é muito mais barato do que o atual preço do Bitcoin, que está sendo comercializado em torno de $12.000 por moeda, até a presente data.

The cost to mine 1 bitcoin in USA

O CUSTO DE MINERAR UMA BITCOIN - BASEADO NA MÉDIA DO PREÇO DA ELETRECIDADE POR ESTADO

Onde mais nos Estados Unidos a mineração é barata?

Em seu estudo, a CESCO também estimou o custo de mineração de Bitcoin baseado no consumo em watts de três das ferramentas mais populares de mineração, que são, a AntMiner S9, a AntMiner S7, e a Avalon 6, na média cada ferramenta leva um dia para minerar um token. Então estes valores foram multiplicados pela média do preço da eletrecidade em cada estado.

Além de Luisiana, estão na lista dos estados com menor custo para minerar Bitcoin Idaho ($3.289 por token), Washington ($3.309), Tennessee ($3.443) e Arkansas ($3.505).

O estudo também elencou os estado mais caros para mineração de moedas digitais. A lista dos estados mais caros é liderada por Hawaii, o qual tem um custo médio de mineração de $9.483 por moeda.

Completando os cinco estados com o custo mais alto de mineração de Bitcoin estão Alaska ($7.059), Connectcut ($6.951), Massachusetts ($6.674) e New Hampshire ($6.425).

O crescente interesse por criptomoedas tem sido acompanhado por uma crescente preocupação sobre a energia necessária para a mineração destas, como o Bitcoin. Essa alegação têm sido enfrentada recentemente, com um relatório emitido colocando a mineração de criptomoedas no contexto do consumo de energia.