Mineradora admite redução dos pagamentos por causa da divisão de blocos, a partir de segunda

Às vésperas de reduzir a recompensa de mireração para metade, a Hashflare tornou-se uma das primeiras empresas de mineração Bitcoin a informar os seus mineiros que a redução proposta na recompensa de mineração irá afetar o seu pagamento, embora não disse por quanto.

Em uma mensagem aos seus mineiros via e-mail, a Hashflare diz:

"Nós gostaríamos de lembrar que neste fim de semana a recompensa de mineração será reduzida em 50%. Este processo, de reduzir para metade é uma parte do script do sistema Bitcoin e ocorre a cada 210 000 blocos. A última redução para metade foi há 4 anos e a recompensa do bloco desceu de 50 BTC para 25 BTC.

"A redução para metade irá ocorrer no sábado, aproximadamente às 20h30 (UTC + 3). Isto significa que toda a rede Bitcoin vai começar a receber uma recompensa de mineração reduzida. Isso também irá refletir-se no pagamento que você receberá na segunda-feira ".

Se preparando

A empresa diz que a sua equipe já estava pronta para o evento há dois meses e já está a preparar e instalar mais hardware novo, e mais eficiente em termos energéticos SHA-256.

O comunicado acrescenta:

"Estamos fazendo um grande esforço da nossa parte para manter a mineração BTC rentável. Num futuro próximo, seremos capazes de reduzir o custo da eletricidade para SHA-256 .

Nós trabalhamos duro para tornar o nosso serviço melhor e esperamos que nossos esforços fazçam a sua cooperação com a gente mais rentável e agradável ".

Restos de incerteza

A maioria dos mineiros não tem certeza do que esperar após a redução pela metade. Além disso, não há muitas empresas de mineração até agora mostrando suas identidades ou explicando a dinâmica de suas operações.  

Outra empresa de mineração que tem tentado evitar levantar as esperanças de seus mineiros desnecessariamente, o que pode levar a problemas de confiança afetada, é a Genesis Mining . Seu CEO, Marco Streng, foi capaz de compartilhar um pouco de informação quando o Fórum Econômico Mundial teve um passeio em seu local de mineração. Ele revelou que um Bitcoin custa cerca de US $ 200 para a empresa - considerando a electricidade gasta e ignorando todos os outros custos, como boas ligações de Internet; e um clima frio como o que a empresa tem na Islândia, onde suas operações estão localizadas.

No entanto, apesar do custo evelado e o preço atual do Bitcoin, a empresa não disse o que esperar após o halving e continua a preferir o lado da cautela. Mantém na sua página do Facebook que é muito difícil prever todas as consequências deste evento. Streng, mencionado em uma entrevista, disse que o evento de redução para metade, apesar de conhecido desde o início do Bitcoin, poderia elevar o preço no caso de um crescimento lento em sua oferta, ou pode não fazer absolutamente nada.


Siga-nos no Facebook