Criptoativo baseado em prata é lançado no méxico, mas 'bitcoiners' suspeitam de fraude

No México, a empresa Sion Gold lançou em 5 de fevereiro a Real Silver Coin, um criptoativo criptoactivo baseado em projetos de mineração de metais preciosos em Durango e Sinaloa, mas que rapidamente levantou suspeitas de fraude entre os "bitcoiners" mexicanos, noticiou o portal de notícias local El Universal.

Segundo a nota, os porta-vozes do governo e da empresa que criou o criptoativo, Sierra Madre Silver, asseguraram em coletiva de imprensa que a Real Silver Coin está baseada em tecnologia blockchain e “trabalha através da certificação de cara movimento entre mais de 100 computadores que se encontram ao redor do mundo", declarou a ex-deputada e presidente da Sion Gold, matriz da companhia mineradora Sierra Madre Silver, Rosa Isela de la Rocha Nevárez.

Entre seus supostos benefícios, eles disseram que este criptoativo representará um sistema inovador de economia de exploração de prata, já que não é afetado pela inflação por estar únicamente respaldado na atividade mineradora. Os porta-vozes ainda disseram que em 11 de fevereiro apresentarão projeto junto à Organização dos Estados Americanos (OEA), com sede em Washington, Estados Unidos. O lançamento planejado para a moeda virtual é para junho deste ano.

Porém, a repercussão do lançamento não foi totalmente positiva. Um intenso debate tomou a página de Facebook do Bitcoin México desde o dia 5 fevereiro, quando usuários aproveitaram o espaço para comentar que este projeto seja, na verdade, uma fraude piramidal.

Manuel Alejandro Flores, CEO da comunidade Bitcoin Monterrey, foi quem introduziu a discussão em post em que comentava a notícia e classificava a iniciativa como fraude. Outro usuário, Tomás Álvarez Melis respondeu que a Sierra Madre Silver não é confiável para a colaterização de prata, "não convém sequer chegar perto" à Real Silver Coin.

Mas foi o usuário Carlos Noverón, co-fundador da Electchain (empresa que propõe o uso de blockchain em eleições), que ofereceu dados reveladores sobre as práticas pouco confiáveis da empresa mineradora.

Noverón, que confessou ter primeiro ter dado o benefício da dúvida ao projeto, disse que encontrou um site de perguntas e respostas da Sierra Madre Silver. Encontrou, entre outras coisas, vários temas mal explicados. Por exemplo, se vendem supostas ações aos usuários através de um carrinho de compras virtual, não oferecem informações sobre a razão social da empreza nem documentação relacionada com seu status no Banco Central de México (Banxico), na Comissão Nacional Bancária e de Valores (CNBV) do país ou à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), nem de suas ações na Bolsa Mexicana de Valores (BMV).

“Só de ver isso o único que posso dizer é que é muito suspeito, uma especulação de alto risco, não parece haver intenção de cumprir a regulação da Fintech mexicana ou gringa (sic),e algo que desta vez não ficou claro: Tem características de um verdadeiro esquema Ponzi”, escreveu no post Noverón.

A seguir, outro usuário, Tomás Álvarez Melis, trouxe mais um dado à discussão: a Sierra Madre Silver trabalha com promotores que devem conseguir outras pessoas interessadas em investir na compra de ações. Pra completar uma carteira de negócios e receber uma certa recompensa, cada promotor deve conseguir a adesão de 12 acionistas.

Outro usuario do grupo,Roberto Conte, finalmente perguntou se preguntó finalmente: “Estão oferecendo stablecoin ou títulos de prata?”. Até agora, porém, não houve respostas nem para esta nem para outras perguntar que se seguiram ao lançamento da Real Silver Coin.

Cotação Oficial

Nem a Sierra Madre Silver nem sua matriz Sion Gold responderam aos comentários feitos pelos "bitcoiners" mexicanos no Facebook.

Apesar do relatado, o site da Sierra Madre Silver disponibiliza informações sobre como será a cotação da Real Silver Coin.

Ali asseguram aos usuários ser uma "boa idéia" investir em prata, pois o “preço mundial da Onça Troy de Prata se manteve entre 1990 e 2005 em uma média de US$5, e desde então a prata tem crescido em valor, chegando em alguns casos a US$45 em 2011, mantendo-se entre 2015 entre US$15 e $20".

O site também diz que as ações da Sierra Madre Silver não são cotizadas em pesos pesos mexicanos, mas em Onças de Prata Libertad Satín, cotadas em 6 onças de prata. "Por isso se a onça muda de valor, automaticamente suas ações também o fazem", relatam.

E finalmente oferecem uma garantia "mínima" de 10% de rendimento anual sobre as ações adquiridas pelos usuários.