Malta faz parceria com Startup Blockchain para melhorar o transporte público

O Ministro dos Transportes de Malta anunciou uma parceria com a startup baseada em blockchain a Omnitude do Reino Unido para melhorar o Serviço de Transporte Público Maltês, informou o jornal local The Malta Independent no dia 17 de maio.

Malta tem expressado seu objetivo de se tornar a "Blockchain Island", uma meta apoiada pela corretoraBinance - a segunda maior casa de câmbio cripto do mundo por volume de negociação, de acordo com a CoinMarketCap - anunciando os planos em março deste ano para abrir um escritório no país. Em abril, a OKEx, atualmente a maiorcorretora cripto no mundo por volume de transações, também anunciou sua intenção de expandir para Malta.

O ministro dos Transportes de Malta, Ian Borg, disse que a parceria entre a Omnitude e o sistema de transporte de Malta para criar uma plataforma blockchain de transporte e logística “desenvolverá melhorias gerais na confiabilidade do transporte”.

O CEO e fundador da Omnitude, Chris Painter, disse que eles “esperam trabalhar com o governo de Malta para explorar as capacidades do amplo ecossistema blockchain da Omnitude:”

“Governos de todo o mundo estão começando a ver o potencial do blockchain para reduzir custos e simplificar serviços. Malta tem um governo extremamente progressista e estamos empolgados com o potencial que essa parceria traz

Em meados de abril, a Autoridade de Serviços Financeiros de Malta (MFSA) liberou um documento de consulta sobre a possível introdução de um “Teste de Instrumento Financeiro” que definiria legalmente tokens virtuais em outro passo para a clareza regulatória para blockchain e projetos cripto.