Maior banco da Espanha leva blockchain para clientes europeus

Em 3 de janeiro, o CaixaBank, com sede na Espanha, adicionou a plataforma financeira baseada em blockchain, We.trade, à sua lista de serviços. O CaixaBank agora se tornou um dos primeiros bancos da Europa a fornecer aos seus clientes acesso à tecnologia blockchain.

Lançado em 2017, o We.trade é uma plataforma financeira desenvolvida pela tecnologia blockchain da IBM. Foi desenvolvida por um consórcio de 15 instituições financeiras de toda a Europa, como UBS e Societe Generale, e trabalha para fornecer às empresas uma plataforma digital e confiável para verificação de informações financeiras. A arquitetura API aberta do We.trade permite rastrear mercadorias enviadas por qualquer uma das 400 empresas de logística da Europa que também estão usando a plataforma.

O We.trade usa blockchain para facilitar o processo de transação de fornecedores e compradores em uma única plataforma compartilhada. O We.trade gera contratos inteligentes que vinculam a operação de negociação ao financiamento ou pagamento, evitando qualquer risco de inadimplência para as empresas, o que pode aumentar a globalização dos negócios.

Enquanto o CaixaBank ingressou no consórcio We.trade em outubro de 2018, o principal banco espanhol está dando aos seus 15,8 milhões de clientes acesso ao We.trade com o objetivo de tornar as transações mundiais mais rastreáveis ​​e seguras.

No último comunicado de imprensa da empresa, o CaixaBank explica:

“Especificamente, a solução fornece monitoramento em tempo real das transações, o que aumenta a transparência ao longo do processo. Como é uma plataforma que só pode ser acessada por clientes verificados e autenticados pelos bancos membros, o elemento de segurança e confiança das transações é muito alto.”

A IBM também aponta em um post no blog da empresa que os bancos da rede We.trade estão trabalhando para resolver um problema específico, que é conceder às pequenas e médias empresas acesso ao financiamento comercial. Isso permitirá que essas empresas expandam seus negócios, expandindo-se para novos mercados e formando novas parcerias comerciais.

A IBM observa que o We.trade está em conformidade com os requisitos do país de cada banco e da União Européia. O We.trade também opera no contexto de requisitos regulatórios globais complexos, incluindo o Regulamento Geral de Proteção de Dados da UE (GDPR), e dentro dos requisitos individuais de cada um dos bancos membros.