Principal banco chinês atualiza plataforma Blockchain após ter transacionado US $ 50 bilhões

O China Construction Bank (CCB) lançou oficialmente a segunda versão de sua plataforma de negociação baseada em blockchain, que atingiu 360 bilhões de yuans (US $ 50 bilhões) em volume acumulado de transações.

CCB promoverá ativamente a plataforma blockchain

Em 9 de outubro, a agência de notícias Xinhua informou que o CCB, um dos quatro grandes bancos da República Popular da China, anunciou o lançamento do "BCTrade 2.0", uma plataforma de financiamento comercial de blockchain que digitaliza serviços comerciais e financeiros entre 54 empresas domésticas relatadas, e agências do CCB no exterior e 40 organizações externas, incluindo vários bancos estatais e estrangeiros.

A plataforma realiza atividades de comércio e financiamento, como contas a receber, financiamento ao comércio, entre outros e visa fornecer um sistema regulatório para este tipo de mercado de financiamento, permitindo o monitoramento em tempo real de várias atividades financeiras. O vice-governador do Banco de Construção Ji Zhihong disse que o banco promoverá ativamente a plataforma blockchain e convidará mais colegas da indústria a participar.

Em março de 2019, o CCB divulgou seu relatório de 2018 mostrando que a plataforma de financiamento comercial de blockchain até o final de 2018 já havia movimentado 200 bilhões de yuans (US $ 30 bilhões). 

Desde o lançamento da plataforma de negociação, o volume acumulado de transações excedeu 360 bilhões de yuans (US $ 50 bilhões). 

Oito instituições para obter a moeda digital da China

A Cointelegraph informou em agosto que, segundo fontes não confirmadas, o Banco Popular da China está dando sua primeira rodada de moeda digital do banco central (CBDC) ao gigante do varejo online Alibaba, ao gigante da Internet Tencent, cinco organizações bancárias e uma entidade desconhecida.