Gigante da logística Maersk inicia o uso d plataforma Blockchain para seguro marítimo

A empresa de transporte e logística AP Moller-Maersk (também conhecida como Maersk) começou a usar a plataforma blockchain Insurwave para o seguro marítimo, informa a Seatrade Maritime News na sexta-feira, 25 de maio.

Desenvolvida pela EY e pela Guardtime, a Insurwave usa tecnologia de livro-razão distribuída da plataforma de nuvem Microsoft Azure e segue os padrões globais de seguro. No início de maio, a Microsoft Azure anunciou o lançamento de seu serviço de criação de aplicativos blockchain, o Azure Blockchain Workbench.

No primeiro ano, a Maersk usará a Insurwave para gerenciar 1.000 embarcações e apoiar mais de 500.000 transações de livro-razão digital. Lars Henneberg, diretor de risco e seguro da Maersk, disse à Seatrade Maritime News que, “desde que o seguro marítimo consome recursos consideráveis ​​para nós:”

“Movê-lo para a [Microsoft Azure] está nos ajudando a automatizar processos manuais e a aliviar uma série de ineficiências e custos friccionais da maneira que usamos para negociar seguro marítimo.”

A plataforma blockchain da Insurwave está agora sendo usada comercialmente por Willis Towers Watson, XL Catlin e MS Amlin, além da Maersk. EY, Guardtime e Microsoft planejam ampliar a plataforma para incluir carga marítima, logística global e os setores de aviação e energia no futuro.

A tecnologia Blockchain tem sido usada no setor de seguros no passado - no final de março, várias seguradoras globais formaram uma startup blockchain em Zurique, e em abril, a seguradora internacional Marsh anunciou uma solução blockchain comercial para comprovação de seguro com IBM como parceira.