Banco de Liechtenstein emite sua própria criptomoeda estável, pretende tornar-se um "banco de investimento em blockchain"

O banco de Liechtenstein, Union Bank AG, anunciou que vai emitir seus próprios tokens de títulos e uma criptomoeda interna apoiados por dinheiro fiduciário em um comunicado de imprensa na sexta-feira, em 17 de agosto.

O Union Bank, que está se concentrando cada vez mais no blockchain neste ano, disse que a emissão do tal “Union Bank Payment Coin (UBPC)” foi mais um passo para se tornar um “banco de investimento blockchain de serviço completo”.

O UBPC atuará como uma moeda estável, explicou a instituição, e terá moedas fiduciárias “tais como o franco suíço” como seu suporte.

"Nosso objetivo é de tornar-se o primeiro banco de investimento blockchain do mundo e fornecer soluções tangíveis que ajudem a impulsionar eficiências, reduzir a base de custos e abrir novas oportunidades de receita para nossos clientes e intermediários", comentou o presidente do conselho de administração Mohammad Hans Dastmaltchi no comunicado.

“... Como tal, nosso Union Bank Payment Coin, apoiado em dinheiro fiduciário, tem o potencial de disromper a abordagem do comércio internacional e das transações transnfronteiriças internacionais.”

A notícia veio na mesma semana em que a principal casa de câmbio de criptomoedas, a Binance, lançou uma casa de câmbio de dinheiro fiduciário para criptomoeda no minúsculo principado europeu que atendia tanto a francos suíços quanto a euros.

Tanto a Binance quanto o Union Bank elogiaram a postura pró-blockchain da jurisdição, indicando um desejo de ver a funcionalidade aumentar com tempo.

Em parceria com a consultora suíça de blockchain Verum Capital, o Union Bank disse que agora está procurando introduzir blockchain "em todos os seus processos e tecnologia de suporte".