Empresa apoiada pela Porsche tem oferta pública de DLT aprovada em Liechtenstein

A startup alemã de investimentos em cripto Neufund lança sua plataforma de oferta pública habilitada para blockchain, apresentando uma empresa apoiada pela Porsche como a primeira emissora.

Investimento mínimo de 10 euros

Na primeira oferta de 16 de setembro, a plataforma da Neufund será usada pela empresa de mobilidade Greyp, empresa apoiada pela gigante de carros esportivos Porsche, pelo Camel Group e pela T-mobile, de acordo com um comunicado de imprensa divulgado hoje pelo Cointelegraph.

A plataforma da Neufund obteve autorização da Autoridade Monetária Financeira do Liechtenstein para receber ofertas públicas com um investimento mínimo de apenas 10 euros, permitindo alta acessibilidade aos investidores.

Empresas da maioria dos países podem participar

Enquanto as ofertas da plataforma são regulamentadas pelas autoridades alemãs e de Lichtenstein, a plataforma pode ser usada por empresas de vários países, incluindo o Reino Unido, observa o comunicado de imprensa.

A Neufund já está trabalhando em ofertas futuras com empresas com sede na Índia, Croácia, Alemanha e Bélgica, acrescentou a empresa.

A plataforma de oferta pública de blockchain da Neufund pretende reduzir a barreira de entrada para empresas de captação de recursos, reduzindo o custo de realizar uma oferta pública em comparação com as ofertas públicas iniciais tradicionais.

A plataforma também acelera o processo de captação de recursos em comparação às rodadas de VC, oferecendo o mesmo nível de acessibilidade que as vendas de tokens baseadas em blockchain, disse Neufund.

Como observado no comunicado de imprensa, Neufund processou 16 milhões de euros (US$ 17,7 milhões) até o momento, desde seu lançamento em 2016.

No final de 2018, a Neufund se uniu à grande empresa de carteiras de hardware cripto Ledger para permitir o gerenciamento de security tokens através do aplicativo para desktop da Ledger.

Em 10 de setembro, a rede de computação descentralizada Blockstack PBC anunciou que arrecadou mais de US$ 23 milhões na primeira oferta de token aprovada pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos.