Lamborghini usa blockchain da Salesforce para certificar os tradicionais automóveis da marca

A marca de carros esportivos de luxo italiana Lamborghini está usando a Salesforce Blockchain para autenticar os tradicionais automóveis da marca. A Salesforce, uma grande empresa global de gerenciamento de relacionamento com clientes, anunciou em 19 de novembro que a Lamborghini já pode rastrear, certificar e autenticar carros históricos de maneira mais rápida e segura usando sua plataforma blockchain.

Lançada em maio de 2019, a plataforma blockchain baseada em Hyperledger da Salesforce agora será implementada para criar uma rede confiável entre vários participantes para verificações de certificação durante a revendas da Lamborghini.

Cada automóvel Lamborghini agora vem com um registro imutável de serviço

Normalmente, quando um Lamborgini é revendido, o veículo passa por 800 ou 1.000 inspeções de certificação. Elas ocorrem na sede da Lamborghini na comune italiana Sant'Agata Bolognese, segundo o anúncio.

O processo exige que a Lamborghini trabalhe com uma enorme rede de recursos, como fotógrafos, casas de leilão, concessionárias, oficinas de reparação e fontes de mídia - para registrar o histórico completo e verificar todo o histórico de peças e serviços de cada veículo.

No anúncio, as empresas dizem que cada veículo Lamborghini já terá, a partir de agora, um registro imutável de serviço, incluindo detalhes importantes, como propriedade e restauração anteriores. O novo sistema também foi projetado para proteger os carros Lamborghini contra possíveis falsificações, já que todas as verificações de autenticação são gerenciadas pela Lamborghini e sua rede de parceiros.

O uso da Salesforce Blockchain pela Lamborghini segue um projeto piloto recente envolvendo seu primeiro veículo certificado usando a blockchain da Salesforce. Em agosto de 2019, um Lamborghini Aventador S exclusivo foi certificado no Salesforce Blockchain para um evento na Monterey Car Week 2019, na Califórnia, para proteger o carro como uma obra de arte.