Quirguistão propõe projeto de lei para introduzir tributação de mineração de criptomoedas

Em 28 de agosto, o Ministério da Economia do Quirguistão apresentou o projeto de lei “Alterando o Código Tributário” com o objetivo de introduzir a tributação na mineração de criptomoedas.

Nova proposta de imposto

Segundo a agência de notícias Kabar , o projeto de lei foi desenvolvido especificamente para permitir a possível tributação da mineração de criptomoedas.

Espera-se que a tributação sobre mineração de criptomoedas aumente as receitas do orçamento e contribua para o princípio da tributação justa na República do Quirguistão.

O Ministério da Economia do Quirguistão parece estar explorando duas opções possíveis para implementar impostos na mineração de criptomoedas. A primeira opção seria a tributação da renda, enquanto a segunda seria tributar as despesas incorridas durante a mineração de criptomoedas. 

O relatório sugere que o governo do Quirguistão fature cerca de 300 milhões de dólares (US $ 4,2 milhões) - significativo em um país cujo orçamento anual é de cerca de US $ 1 bilhão.

Quirguistão proibiu explicitamente criptomoedas em julho de 2014

Como o Cointelegraph relatou anteriormente , o Quirguistão proibiu explicitamente as criptomoedas em julho de 2014, seguido pelo Banco Nacional da República do Quirguistão emitindo uma declaração alertando que o uso de Bitcoin e outras criptomeodas como forma de pagamento é ilegal sob a lei nacional.

Apesar da proibição de criptomoedas, a República do Quirguistão tem agora cerca de 80 mil dispositivos técnicos que permitem a mineração de criptomoedas.