Banco mais antigo da Coreia está construindo um sistema de segurança baseado em blockchain

O banco mais antigo da Coreia do Sul, o Shinhan Bank, fez uma parceria com duas outras empresas para desenvolver uma solução de segurança baseada em blockchain.

O Banco Shinhan da Coreia vai aumentar a segurança com a blockchain

De acordo com uma reportagem publicada em 14 de agosto pelo canal de notícias local TheKoreaTimes, o Shinhan Bank assinou um memorando de entendimento com a startup de tecnologia financeira Ground X e o desenvolvedor de blockchain Hexlant para desenvolver um sistema de segurança blockchain.

De acordo com o relatório, o acordo fará com que os parceiros da instituição desenvolvam em conjunto um Sistema de Gerenciamento de Chaves Privadas para seus serviços bancários.

A Ground X é a unidade blockchain do gigante de mensagens Kakao, da Coreia do Sul, e deverá fornecer uma plataforma baseada em blockchain. A Hexlant desenvolve a infraestrutura para apresentar um programa anti-cracking para a plataforma.

A UX, amigável ao usuário, ajudará na adoção da blockchain, diz Shinhan

Os primeiros testes dos novos sistemas devem ocorrer em outubro. Um funcionário do Shinhan Bank comentou sobre o desdobramento:

“A tecnologia blockchain chamou a atenção do setor financeiro por suas vantagens, mas as empresas financeiras tiveram dificuldades em aplicar a tecnologia ao seu sistema. [...] O Shinhan Bank fornecerá uma interface conveniente e amigável ao usuário sob o acordo com a Ground X e a Haxlant.”

Como o Cointelegraph informou no início deste mês, o Shinhan Bank também está desenvolvendo uma plataforma de empréstimo de ações com tecnologia de contabilidade distribuída, depois de assinar um acordo com a empresa de serviços financeiros Directional.