O maior encontro sobre Bitcoin da Coreia condena publicamente o SegWit2x

Os membros do Seoul Bitcoin Meetup lançaram uma declaração formal que se opõe ao hard fork Bitcoin SegWit2x de novembro.

Uma cópia da carta aberta enviada no Medium na quinta-feira confirma a "firme oposição" do grupo, o maior da Coreia do Sul, com 1600 membros.

"Estamos confiantes que o BTC, a cadeia legada, não só sobreviverá a esse fork, mas continuará a florescer como a rede Bitcoin dominante", afirma a introdução.

"O objetivo desta carta é simplesmente minimizar os danos causados em novembro. Instamos vocês, os signatários do NYA, a reconsiderar e retirar o seu apoio".

A comunidade é a mais recente parte do ecossistema de criptomoeda a adotar uma posição formal sobre o SegWit2x, que está causando divisões crescentes entre defensores e detratores.

O Meetup identifica quatro "principais preocupações" com o hard fork planejado do Bitcoin, que deverá ocorrer em 18 de novembro.

Resumidos, são elas:

  • "A maneira como o acordo foi feito vai contra o próprio etos do Bitcoin [;]
  • O Segwit2x incorre em grande risco, mas desperdiça a maior parte das oportunidades oferecidas por um hard fork devidamente planejado e executado [;]
  • Os desenvolvedores e adeptos do Segwit2x procederam de uma maneira desnecessariamente descuidada que agrava os riscos envolvidos [;]
  • A proteção contra repetição está sendo tratada de maneira inaceitavelmente irresponsável"

"Nós aconselharemos nossa comunidade local a evitar o uso dos serviços de empresas que apoiem o NYA, e buscar alternativas", conclui a carta.

No mesmo dia, o grande pool de mineração F2Pool parou de sinalizar o SegWit2x de acordo com os planos previamente anunciados, que acabariam com a prática na próxima reinicialização do servidor.

WhalePanda diz: Parece que o @f2pool_wangchun reiniciou seu servidor e já não está sinalizando o Segwit2X. #Bitcoin

O Meetup elogiou o F2Pool pelo movimento, junto com outros quatro jogadores da indústria que assumiram uma posição de oposição ao fork.


Siga-nos no Facebook