KFC Canadá lança a ‘Porção Bitcoin’ de frango

Como o mais recente exemplo da adoção dos criptos, o KFC do Canadá introduziu um novo item no menu, o Bitcoin Bucket (Porção Bitcoin), que os clientes podem comprar exclusivamente com Bitcoin (BTC).

O KFC Canadá anunciou sua nova promoção via Twitter em 11 de janeiro:

"Claro, nós não sabemos exatamente o que são os Bitcoins, ou como eles funcionam, mas isso não deve ficar entre você e uma porção de frangos de lamber os dedos."

O Bitcoin Bucket, que vende pelo equivalente a 20 dólares canadenses em Bitcoins, contém dez pedaços de frango, batatas fritas, um acompanhamento médio, um molho médio, e dois molhos dips. Os cidadãos canadenses podem solicitar a entrega em domicílio do Bitcoin Bucket através do site do Colonel & Co's., enquanto a oferta durar.

O KFC Canadá lançou também um video promocional no Facebook Live para o Bitcoin Bucket, apresentando ainda um gráfico de um balde de frango KFC sobreposto com o equivalente a 20 dólares canadenses em BTC atualizando a cada 5 minutos em tempo real por quase 4 horas. Um Bitcoin Bucket custa cerca de 0,001 bitcoin até o presente momento.

Em um simulador, em 9 de janeiro, a Kodak anunciou o Initial Coin Offering (ICO) para sua própria criptomoeda, a KodakOne. A KodakOne seria usada para registrar e licenciar imagens na nova Plataforma KodakOne.

O Bitcoin já havia entrado no setor de fast food em julho de 2017, quando a empresa alemã de fornecimento de comida, Lieferando, começou a aceitar Bitcoins em encomendas. Mais recentemente, em agosto de 2017, o Burger King da Rússia apresentou sua própria moeda virtual, o Whoppercoin, que é postulado para uso como parte de um programa de fidelização de clientes.


Siga-nos no Facebook