Karpeles Coin: Planos de ICO do fundador da Mt. Gox causam indignação da comunidade

De 2011 a 2013, a agora finada casa de câmbio de criptomoeda Mt. Gox, perdeu 850.000 Bitcoins que armazenava em nome de seus clientes e comerciantes. No preço do Bitcoin de hoje, os Bitcoins roubados equivalem a impressionantes US $ 8,25 bilhões.

Em 2014, o governo japonês formou uma força-tarefa e uma administradora para investigar extensivamente sobre o caso da Mt. Gox, quando a empresa declarou falência. O antigo CEO da Mt. Gox, Mark Karpelès, foi investigado pela força-tarefa da lei japonesa, enquanto os antigos usuários da Mt. Gox receberam uma compensação dos 202.000 Bitcoins que a Mt. Gox recuperou.

No entanto, recentemente foi revelado que os antigos usuários da Mt. Gox serão creditados injustamente com o valor em iene japonês do Bitcoin em 2013, com o preço da Bitcoin coberto ao preço de há quatro anos. Dado que o preço do Bitcoin aumentou mais de 30 vezes, os credores da Mt. Gox estão compreensivelmente enfurecidos com os processos de falência e estão investigando os métodos de Karpelès desafiando legalmente ele e a Mt. Gox pelos 202.000 bitcoins restantes.

Karpeles revela planos de ICO, comunidade indignada

Em uma postagem de blog, Karpelès rejeitou completamente os credores ao expressar suas intenções de pagar o valor mínimo possível e segurar a maioria dos 202.000 Bitcoins.

"A falência da Mt. Gox deveria ter sido um processo bastante chato e longo. Por muito tempo, porque há muitos credores (24.750 pessoas apresentaram créditos como clientes da Mt. Gox) e porque algumas pessoas estão tentando obter uma parte do bolo apesar de terem sido rejeitadas pelo administrador (CoinLab). Agora, longe de ser chata, esta falência está estabelecendo um novo tipo de precedente. Na verdade, os ativos detidos pela Mt. Gox, quando esta foi à bancarrota de liquidação, incluíam cerca de 202.000 BTC, que agora têm um valor à taxas de hoje muito maior que a soma de todas as reivindicações não erradas apresentadas contra a Mt. Gox", escreveu Karpelès.

Além disso, Karpelès apresentou seus planos de realizar uma oferta inicial de moedas (ICO) para levantar US $ 245 milhões para "reviver" a Mt. Gox. Os planos de Karpelès são ilógicos e delirantes até certo ponto, uma vez que o Korbit, uma das maiores casas de câmbio de criptomoedas do mundo, foi recentemente adquirida por US $ 140 milhões pela Nexon, de US $ 10 bilhões.

Karpeles coin

Em primeiro lugar, é incrivel que Karpelès acredite que ele precisa de mais capital do que a avaliação de mercado total de uma das casas de câmbio de criptomoedas mais bem-sucedidas para lançar e executar uma plataforma de negociação simples. Mais do que isso, os planos de Karpelès para lançar uma ICO para reviver a Mt. Gox demonstram sua incompetência e falta de conhecimento no padrão token ERC.

Contrariamente à maioria das crenças, o padrão de token ERC20 não foi projetado para que as organizações iniciem coletas rápidas de dinheiro. Não é uma ferramenta geradora de dinheiro. Em vez disso, um padrão com o qual projetos inovadores podem lançar cripto tokens para atender às necessidades do mercado de criptomoeda.

Evidentemente a Mt. Gox não precisa de sua própria criptomoeda única para operar, como qualquer outra casa de câmbio de criptomoeda no mercado, como Coinbase, GDAX, Bithumb, Korbit, BitFlyer, Bitfinex, Bitstamp, Kraken e Gemini não precisam de suas criptomoedas únicas para operar como plataformas de negociação.

"Inicie uma ICO para arrecadar dinheiro para hipoteticamente reviver a Mt. Gox. Isso parece mais desafiador, tanto legalmente quanto porque não há garantia de levantar o suficiente para reviver a Mt. Gox. Caso não haja o suficiente, ainda pode ser bloqueado para ser distribuído aos credores, o que seria melhor do que nada", escreveu Karpelès inicialmente.

Mais tarde, Karpelès atualizou sua postagem no blog, afirmando que seus advogados lhe informaram os obstáculos legais que ele terá que resolver para lançar uma campanha de ICO.

Karpelès é diretamente responsável pelo roubo de US $ 8 bilhões da Mt. Gox. Os credores da Mt. Gox não foram creditados com os processos de falência e Karpelès já está procurando formas de criar ganhos rápidos em dinheiro.