Gigante de e-commerce chinês abre instituto para construir "cidades inteligentes" com Blockchain e IA

Uma divisão da JD.com, gigante chinesa de e-commerce, fundou o Smart City Research Institute em sua sede em Nanjing, informou o Diário do Povo em 28 de setembro.

Jingdong Group (JD.com) é uma empresa chinesa de comércio eletrônico que se concentra em novas implementações tecnológicas em e-commerce, logística e finanças. Com o novo instituto, o JD.com visa facilitar o desenvolvimento da construção de “cidade inteligente” com o uso de inteligência artificial (IA), big data e tecnologias blockchain.

A primeira sede regional da empresa em Nanjing influenciará “toda a região da China Oriental” e visa reduzir os custos da indústria e aumentar a eficiência. O relatório afirma que as prioridades da empresa são:

“Soluções inteligentes avançadas nas áreas de ambiente urbano, transporte, planejamento, consumo de energia, comércio, segurança, saúde, cidades de crédito e governo eletrônico.”

A JD.com aplicou a tecnologia blockchain em vários aspectos de seus negócios, desde sua logística e cadeia de fornecimento, até a emissão de títulos lastreados em ativos de blockchain.

Em agosto, a JD.com revelou sua nova plataforma Blockchain-as-a-Service (BaaS). A nova ferramenta, chamada JD Blockchain Open Platform, permitirá que as empresas criem, hospedem e implementem soluções de blockchain sem precisar desenvolver a tecnologia do zero.

No mês passado, um conglomerado chinês com operações em seguros, bancos e serviços financeiros e um dos maiores grupos de seguradoras do mundo, a Ping An Insurance, divulgou o "White Paper on Smart Cities" (projeto de cidades inteligentes), que visa "ajudar o governo a criar um novo modelo de governar as 'cidades como um serviço”.