Shinsei Bank do Japão e Nippon Wealth formam aliança de negócios com startup blockchain ConsenSys

O Shinsei Bank do Japão assinou um Memorando de Entendimento (MoU) com a ConsenSys, uma startup blockchain, para ampliar sua exploração dos aplicativos de tecnologia para financiamento, informou a Cointelegraph Japan em 8 de novembro.

De acordo com um comunicado à imprensa em inglês publicado na mesma data, o MoU envolve uma aliança de negócios entre o Shinsei Bank, o banco de licenças restritas Nippon Wealth, de Hong Kong, o Tribay Capital, de Cingapura e ConsenSys. Este último foi fundado em 2014 pelo cofundador da Ethereum (ETH) Joseph Lubin, e atualmente está sediado em Nova York.

A aliança entre as quatro entidades se concentrará em explorar o uso de aplicativos descentralizados (DApps) do ConsenSys para desenvolver novos produtos e serviços financeiros, com a Nippon Wealth liderando um estudo de infraestrutura e protocolos de blockchain para o setor bancário.

De acordo com o comunicado de imprensa, a Nippon Wealth “completou uma injeção de capital através de uma alocação de ações de terceiros da OJBC Co., Ltd., seu dono. A aliança significa que o Tribay Capital se tornará um novo acionista da Nippon, com o Shinsei Bank, no entanto, permanecendo seu acionista majoritário - mantendo 50% dos direitos dos acionistas, de acordo com a CT Japan.

Após o estudo, as partes indicaram que vão lançar ofertas relacionadas a blockchain e detalhes de novos serviços em suas plataformas bancárias "em uma data posterior".

Esta semana, uma subsidiária de segurança cibernética do Instituto de Pesquisa Nomura do Japão (NRI) anunciou uma nova ferramenta de alerta de segurança blockchain enquanto também confirmava uma parceria com o ConsenSys.

Como relatado recentemente, o blockchain está se tornando um foco importante do setor financeiro tradicional do Japão, com a empresa de TI multinacional Fujitsu anunciando no final de outubro seus planos de construir uma plataforma de liquidação interbancária usando a tecnologia blockchain como parte de um projeto conjunto com nove bancos domésticos.

Também em outubro, o gigante japonês de serviços financeiros SBI Group estreou um sistema de liquidação com energia Ripple (XRP) que aproveita a solução xCurrent da Ripple para permitir transferências bancárias para bancos domésticas em "tempo real".