Exchange cripto unicórnio Liquid revela planos para se expandir para o mercado dos EUA

A plataforma de trading de cripto japonesa Liquid firmou uma parceria com o consórcio de capital de risco Virtual Currency Partners (VCP) para criar uma entidade de propriedade conjunta que abrirá caminho para a expansão da Liquid rumo aos Estados Unidos. A notícia foi revelada em um anúncio oficial em 29 de abril.

Como relatado recentemente, a Liquid atingiu o status de unicórnio no início deste mês com o primeiro fechamento de um financiamento contínuo de Série C que colocou a avaliação da empresa em mais de US$ 1 bilhão.

De acordo com o anúncio de hoje, a Liquid Financial USA Inc. (Liquid USA), entidade conjunta da Liquid e da VCP, apoiará a expansão dos serviços de comercialização de cripto da Liquid para os EUA, sujeita a aprovações regulamentares. A Liquid planeja entrar no mercado dos EUA por meio de sua holding, a Liquid Group Inc., criada em março de 2019, acrescenta o anúncio.

Além disso, a Liquid USA teria adquirido uma empresa de serviços financeiros com registro na FinCEN para garantir que ela possa lançar toda a gama de suas ofertas nos EUA, inclusive disponibilizar o token nativo da Liquid, o qash, para serviços públicos e comércio para residentes dos EUA.

De acordo com o anúncio, a VCP é um consórcio de investidores e empreendedores que estão investindo nos setores de fintech e cripto e é liderado pelo presidente Barry Schiffman.

Schiffman supostamente atuou como diretor executivo da JACFO Ventures, o braço norte-americano do fundo de capital de risco (VC) japonês JAFCO, seguido pelo mesmo papel na empresa norte-americana VC e na empresa de aões privadas Globespan Capital Partners. A vasta experiência do presidente da VCP em investimentos nipo-americanos na JAFCO são citados como sendo um ativo para a estratégia de expansão dos EUA da Liquid, sediada em Tóquio.

A Liquid USA está atualmente trabalhando para garantir as aprovações regulatórias nos EUA e está aumentando sua equipe com a esperança de integrar os clientes dos EUA até janeiro de 2020.

Como publicado anteriormente, a empresa controladora da Liquid é a Quoine, uma empresa global de fintech licenciada pela Agência de Serviços FInanceiros do Japão. O primeiro fechamento da recente Série C da Liquid foi supostamente liderado pela empresa de investimentos americana IDG Capital, com a participação da grande fabricante de mineradores de cripto chinesa Bitmain Technologies.

Em agosto de 2017, a principal exchange cripto americana Coinbase tornou-se o primeiro unicórnio da indústria depois de levantar US$ 100 milhões em agosto de 2017, o que implicou em uma valorização de US$ 1,6 bilhão.