Cidade japonesa Tsukuba testa sistema de votação baseado em blockchain

A cidade japonesa de Tsukuba, norte de Tóquio, recentemente testou um sistema de votação baseado na tecnologia blockchain, informou o jornal local The Japan Times no domingo, 2 de setembro.

A cidade, que o Japan Times descreveu como um "centro de pesquisa científica", realizou um teste de votação no final de agosto. Como a Cointelegraph Japan informou anteriormente, para votar os participantes tiveram que ter o My Number Card - um número de identificação de 12 dígitos emitido para todos os cidadãos do Japão, incluindo residentes estrangeiros, introduzido em 2015.

De acordo com o site oficial da cidade de Tsukuba, a eleição foi dedicada a vários programas sociais. Os residentes poderiam escolher quais das 13 iniciativas propostas gostariam de apoiar, incluindo o desenvolvimento de uma nova tecnologia de diagnóstico de câncer, a construção de objetos para esportes ao ar livre e a criação de uma navegação de som na cidade.

A tecnologia Blockchain foi usada para prevenir qualquer tipo de interferência no processo de votação e evitar a falsificação de resultados.

Como citado pela Cointelegraph Japan, o prefeito de Tsukuba, Tatsuo Igarashi, disse que a tecnologia ajudou a resolver esses problemas. "Eu pensei que [blockchain] envolveria procedimentos mais complicados, mas achei que é mínimo e fácil", explicou ainda ao Japan Times.

A introdução da tecnologia blockchain nos processos eleitorais está atualmente em andamento em diferentes cidades do mundo inteiro. A cidade suíça de Zug, também conhecida como “Vale da Cripto”, completou com sucesso sua primeira eleição baseada em blockchain em julho de 2018, informou a Cointelegraph. Mais tarde tropas dos EUA servindo no exterior foram oferecidas para usar um aplicativo de smartphone baseado na tecnologia blockchain para participar das eleições federais no Estado de West Virginia no próximo novembro.