Japão: SBI Group cria spin-off para fabricar chips de mineração cripto

A gigante financeira japonesa SBI Group criou uma subsidiária dedicada que irá manufaturar chips de mineração de criptomoedas, a empresa confirmou em uma nota em 22 de março.

A SBI, que já lançou spin-offs cobrindo vários aspectos da indústria de criptomoedas, agora diz que espera expandir sua influência no setor minerador através da criação da SBI Mining Chip Co., Ltd. (SBIMC).

A empresa irá se unir aos fabricantes robustos da indústria, entre os quais a líder é a Bitmain, que lançou seu mais novo produto nesta semana.

“O SBI Group promove fortemente uma ampla gama de negócios baseados em ativos digitais, incluindo exchanges e outros negócios relacionados a blockchain”, diz a nota, continuando:

“O grupo já teve seus negócios de mineração de criptomoedas no exterior e agora decidiu expandir seus negócios ao escopo da fabricação de chips de mineração e desenvolvimento de sistemas mineradores, através da SBIMC.”

O projeto enquanto isso será comandado por Adam Traidman, um conhecido empresário de Silicon Valley com atuação em semicondutores e eletrônicos associados.

“O SBI Group vai promover operações mineradores eficientes, confiáveis e sustentáveis pra desenvolver um mercado de criptomoedas sólido", diz o texto.

Até hoje, a SBI só havia feito mineração cripto de Bitcoin Cash (BCH) via sua subsidiária, começando e encerrando a prática no ano passado depois que surgiram preocupações.

Em setembro de 2018, Jihan Wu, co-fundador da Bitmain e diretor do pool de mineração SBI, disse que a empresa estava procurando subverter suas operações pra beneficiar Craig Wright, famoso empresário que virou foco central da controversa hard fork do Bitcoin Cash dois meses depois.