Japão: 2 casas de câmbio Bitcoin escolhem fechar por conta de conformidade regulatória

A agência reguladora de serviços financeiros do Japão continua reformulando o setor de casas de câmbio de criptomoedas do país, enquanto dois operadores anunciam que estão fechando, afirmou a fonte de notícias local Nikkei em 28 de março.

Duas casas de câmbio japonesas, a Mr. Exchange e a Tokyo GateWay, deixarão de operar depois de terem devolvido os recursos dos clientes, segundo a Nikkei.

A notícia vem quando o regulador financeiro, a Autoridade de Serviços Financeiros (ASF) desafia as casas de câmbio a provar suas credenciais de segurança na esteira do hack de US $ 530 milhões da Coincheck em janeiro.

Como resultado das inspeções e solicitações da ASF, várias operadoras optaram por parar de atender o mercado japonês, relatou anteriormente a Cointelegraph.

Antes do encerramento, a Mr. Exchange e a Tokyo GateWay estavam ambas no processo de garantir uma licença como parte de um esquema introduzido pelo Japão em abril de 2017.

Em um postagem de blog de 29 de março, a primeira confirmou que retirou seu pedido:

“Embora este seja um resultado lamentável, atualmente determinamos que é difícil estar pronto para responder às mudanças no cenário da moeda virtual, por isso decidimos retirar a solicitação para um negócio de câmbio virtual".

O site da Tokyo GateWay está atualmente off-line, sem correspondência oficial disponível para confirmar o relatório da Nikkei.

Enquanto isso, a ASF continua a alimentar novos participantes do mercado para consumidores japoneses, com 16 casas de câmbio obtendo uma licença desde que o esquema foi aberto.

Nesta semana, a gigante da internet do Yahoo! anunciou que buscará lançar sua própria operação em abril de 2019.