Não é nem realista nem viável banir o Bitcoin: Jornal líder da China

A grande fonte de notícias chinesa People soltou um artigo afirmando que "não é viável" proibir o Bitcoin na China.

De acordo com o autor, o professor da Universidade de Guanghua, Liu Xiaolei, as autoridades só devem se preocupar com o potencial da criptomoeda para aumentar os movimentos especulativos na economia doméstica.

"Dadas as características descentralizadas da negociação p2p das criptomoedas como o Bitcoin, não é nem realista nem viável proibir o Bitcoin", escreveu Liu.

"... Se o Bitcoin não tem valor na economia real, mas sim o valor como um investimento especulativo, limitar a especulação ajudará os fundos de especulação do Bitcoin a retornar à economia real".

Os comentários vieram como parte de uma opinião mais ampla sobre as ICOs, que a China baniu na semana passada.

As preocupações também estão aumentando de que as casas de câmbio de Bitcoin-to-fiat também irão parar mais uma vez - estes têm influenciado os preços das criptomoedas consideravelmente, apesar da falta de informações oficiais.

Sobre o tema das casas de câmbio, Liu concorda que controles devem ser impostos, dizendo que é "totalmente viável e necessário fortalecer a supervisão das plataformas de negociação para a criptomoeda".

Sobre as ICOs, no entanto, permanecem as advertências, ecoando a contínua suspeição de um número crescente de reguladores internacionais que emitem avisos oficiais para potenciais investidores.

Estes recentemente incluíram o Canadá, o Reino Unido e Hong Kong.


Siga-nos no Facebook