O valor do Bitcoin é devido ao status social que ele traz consigo?

Faz todo o sentido querer possuir algo que tenha crescido de valor 13 vezes no ano passado, mas parte do valor de Bitcoin é devido ao status social que ele te dá?

Um estudo levado à cabo recentemente pela Bernstein Research sugeriu exatamente isso. Os analistas concordam que a oferta limitada desempenha um grande papel no crescimento do preço, mas a posição social que vem junto com o fato de possuir Bitcoins também pode estar fazendo com que os investidores se juntem ao hype:

"O Bitcoin não fornece aos investidores fluxos de caixa ou outros benefícios, mas a oferta máxima de Bitcoins é fixa e, portanto, o preço é impulsionado pela especulação sobre a demanda potencial de Bitcoin".

Um bem Veblen

Assim como o licor mais refinado, carros elegantes e marcas da moda, o Bitcoin está agindo como um bem Veblen. Os preços mais altos para certos bens podem ser atribuídos ao reforço no status social associado ao produto, algo que a Bernstein chama de “valor snob.” The análise acrescentou::

"Na metade de 2017, realizamos uma pesquisa de consumo com 1 070 chineses consumidores de produtos de primeira linha que mostraram que a demanda Veblen é o terceiro motivador mais importante da escolha da marca entre as marcas".

Demand Curve of a Veblen Good

O Bitcoin é percebido como difícil de entender para aqueles que não estão "por dentro". Assim, possuir Bitcoin imediatamente dá um "valor snob", o que implica maior inteligência ou percepção.

Assim como o remédio ...

Em uma comparação estranha, porém prática, Bernstein compara o Bitcoin a E.Jiao - remédio chinês tradicional derivado de pele de burro. Em 2016, a China produziu 5 000 toneladas de E.Jiao, que exigiam 2,5 milhões de peles de burro. Isso levou a uma escassez de peles de burro e imitações baratas que chegam ao mercado.

O principal fabricante do produto original - Dong E-E.Jiao - conseguiu elevar o preço de seu produto 18 vezes ao longo da última década por causa da boa qualidade de Veblen que se aderiu a ele por sua escassez.

Como o hype pontocom?

Embora não seja necessariamente bom, no início dos anos 90, com o boom do pontocom, houve um certo lance de alta posição social que veio com a participação em uma empresa de tecnologia. As pessoas foram em parte pegas pelo hype porque queriam participar da elite inicial que estavam abalando tudo quando se tratava de tecnologia.

Já foi testemunhado que as empresas que simplesmente adicionam a palavra "Blockchain" a seu nome recebem grandes ondas de interesse injustificado e, novamente, isso poderia ser comparado ao status social que vem com a participação em uma empresa que está no espaço de criptomoeda.