Irã vai revelar em breve criptomoeda para driblar EUA e SWIFT: Fontes

O Irã pode revelar sua criptomoeda apoiada pelo Estado na conferência eletrônica "Bancos e Sistemas de Pagamentos", que acontecerá em Teerã nesta semana, informou a rede local de notícias em língua inglesa Al Jazeera em 27 de janeiro.

O Irã, que enfrenta novas sanções dos Estados Unidos desde novembro, já havia planejado usar ferramentas financeiras baseadas em blockchain como forma de driblar as restrições ao seu crescimento econômico.

Embora uma moeda digital emitida pelo banco central (CBDC, na sigla em inglês), que poderia ser uma cripto respaldada pelo rial, a moeda local, acreditava-se que Teerã poderia forjar uma alternativa ao SWIFT, o sistema global de pagamentos que alguns bancos iranianos não podem acessar.

As fontes permanecem incertas se tal implementação em larga escala ocorrerá, mas usos mais localizados para a moeda digital, como pagamentos do pagamentos, são provavelmente uma opção.

"Eles certamente não podem substituir o Bitcoin devido a sua natureza centralizada, mas sua existência é inofensiva", disse Yashar Rashedi, um desenvolvedor de blockchain da empresa iraniana Radfa, à Al Jazeera. Rashedi acrescentou:

"Mesmo que as [CBDCs] nunca encontrem um uso diário generalizado entre o público em geral, elas podem oferecer alguns recursos novos para startups e desenvolvedores que tiveram que trabalhar com APIs de bancos centralizadas antes delas".

O Irã é um dos vários estados que pretendem lançar moedas digitais centralizadas, algumas das quais também têm como alvo se desviar das sanções dos EUA.

O projeto da Rússia, o cripto rublo, ainda está a vários anos de lançamento, disse uma autoridade do governo no começo de janeiro. A moeda digital da Venezuela, o Petro, já está circulando, mas enfrentou múltiplas acusações de ilegitimidade e sanções a ela.

De acordo com um signatário do recente acordo Chainpoint blockchain entre Irã, Rússia e Armênia, o primeiro já está desenvolvendo um método baseado em blockchain para substituir o SWIFT.

"De acordo com nossas informações, um desenvolvimento ativo de uma versão iraniana do SWIFT está em andamento", disse Yuri Pripachkin, diretor da Associação Russa do Setor Cripto e Blockchain, citado pela Al Jazeera.

Em dezembro, os legisladores dos EUA alertaram que também sancionariam qualquer forma do cripto rial.