Entrevista com as 3 maiores casas de câmbio digital da Índia: Rumores de proibição de criptomoedas são FUD

No início desta semana, muitos relatórios sugeriram falsamente que o governo indiano havia proibido transações e todo o tipo de mercado de criptomoedas. A Cointelegraph falou com as três maiores casas de câmbio digital da Índia, que declararam por unanimidade que os rumores de proibição de criptomoedas não são mais do que FUD.

Em uma entrevista exclusiva, os executivos da Coinsecure, Unocoin e Zebpay, as plataformas de negociação de criptomoedas mais amplamente utilizadas no país com milhões de usuários, declararam por unanimidade que o documento divulgado pelo ministério das finanças foi mal interpretado. O ministério das finanças da Índia reafirmou que pretende proibir o uso de criptomoedas em crimes financeiros e atividades ilícitas, mas não proibir moedas digitais em geral. É importante reconhecer que o uso de dinheiro ou qualquer moeda em crimes financeiros é proibido.

A mídia convencional, especialmente as estabelecidas na Índia, interpretou a declaração como uma proibição de criptomoedas e lançou relatórios prematuros alegando que o governo havia proibido todo o mercado. Esta semana, na televisão nacional, o ministro das finanças da Índia recusou fortemente os rumores de proibição de moedas digitais.

Comentários da Unocoin

Sunny Ray, o fundador e presidente da Unocoin, disse à Cointelegraph:

"Nós estamos felizes que o ministro das finanças tenha reconhecido a importância e a popularidade da criptomoeda e optou por falar sobre isso no dia do planejamento orçamentário . No que diz respeito ao conteúdo exato do que ele disse, somos bastante neutros. No entanto, o que nos machuca é ver suas palavras serem mal interpretadas e mal informadas por uma parcela da mídia ".

Ray enfatizou que a declaração do ministro das finanças da Índia, Arun Jaitley, foi mal interpretada pelos meios de comunicação que o relataram como uma proibição de criptomoedas, quando Jaitley simplesmente observou que o uso das moedas digitais em atividades ilegais será proibido e restrito. Além disso, Jaitley afirmou que o Bitcoin não é uma oferta legal. Mas ele (Bitcoin) também não é legal em nenhum outro lugar do mundo. A oferta legal implica que é ilegal não aceitar um determinado bem. Certamente, não é ilegal não aceitar o Bitcoin no Japão, nos EUA, na Coreia do Sul e em todos os outros países.

Ray ainda adicionou:

"Durante a rodada de perguntas em Rajya Sabha, em 2 de Janeiro de 2018, o ministro das Ffinanças tocou exatamente no mesmo ponto, onde afirmou que "os Bitcoins ou tais criptomoedas não eram legais". Esta foi a posição tomada por quase todos os governos em todo o mundo, e consideramos essa afirmação de forma bastante neutra. No nosso entendimento, apenas notas e moedas físicas são legais. Extrapolar isso para significar que tais ativos são "ilegais" é tolo, na melhor das hipóteses, e grosseiramente irresponsável na pior das hipóteses ".

O comentário da Zebpay

Sandeep Goenka, o co-fundador da ZebPay, outra grande casa de câmbio digital na Índia com milhões de usuários em seu aplicativo móvel sozinho, compartilhou um sentimento semelhante ao Sunny Ray da Unocoin. Goenka afirmou que o comitê Blockchain da Índia permanece otimista em relação à declaração divulgada pelo ministro das finanças da Índia e que a mídia mal interpretou suas palavras.

Ele ainda explicou que as exchanges (casa de câmbio) locais recebem a intenção do governo indiano de eliminar o uso de criptomoedas em atividades criminosas. No ano passado, as casas de câmbio indianas de criptomoedas ajudaram a aplicação local em investigar o roubo de um banco que levou à perda de milhões de dólares. Como as exchanges locais fizeram no passado, eles pretendem apoiar continuamente o governo em sua repressão às atividades ilícitas em torno de criptomoedas. Goenka disse à Cointelegraph:

"Todo cidadão e empresa neste país deve desempenhar seu papel na eliminação total do financiamento de atividades ilegítimas, independentemente de tal financiamento ser feito usando moeda legal, criptomoedas, ouro ou qualquer outro meio. Ficamos felizes com este movimento do governo e queremos apoiar de todo o coração nesta mudança. Encorajamos o governo a trabalhar com nossos membros, pois estamos empenhados em detectar, denunciar e eliminar transações suspeitas da mesma forma que outras instituições ".

Comentários da Coinsecure

O CEO da Coinsecure, Mohit Kalra, também assegurou aos investidores no mercado local de criptomoedas que o governo não está proibindo as moedas digitais e as casas de câmbio funcionarão como de costume. Kaira recomendou que os clientes não fossem afetados pelo FUD e falsos relatórios emitidos na semana passada.

"De acordo com o senhor Jaitley, eles irão cessar atividades ilícitas que estão acontecendo usando o Bitcoin e outras criptomoedas. Para nós, é um negócio como de costume. Aconselharia os clientes a não entrar em pânico a vender a preços mais baixos ", disse Kaira à Cointelegraph.

O CEO da Coinsecure Jincy Samuel enfatizou que os relatórios de proibição de criptomoedas não são mais do que FUD, acrescentando:

"Isto não é de modo algum diferente das várias outras declarações dadas no passado recente. Nada de novo foi determinado. Simplesmente parece uma grande quantidade de meios de comunicação desnecessariamente criando FUD ".


Siga-nos no Facebook