Intel faz parceria com a Ledger para introduzir sistema de armazenamento de posses de criptomoedas

A grande de tecnologia Intel fez uma parceria com a start-up de hardware de moeda virtual Ledger, no final de outubro de 2017, com o objetivo de introduzir novas soluções para armazenamento de posses de criptomoedas. Sob a colaboração, o Sistema Operacional de Livro-Razão Aberto Blockchain (BOLOS) da Ledger será integrado à linha de produtos de armazenamento seguro de Software Guard Extension (SGX) da Intel.

De acordo com o diretor executivo (CEO) da Ledger, Eric Larchevêque, a parceria lhes permite oferecer soluções inovadoras para aplicações em moeda digital e aplicativos Blockchain para sua crescente base de clientes.

"Após o lançamento de uma linha de carteiras de hardware com base em nosso sistema operacional integrado em um chip seguro, trabalhar com um jogador líder como a Intel é uma oportunidade única para continuar fornecendo soluções inovadoras para aplicativos de criptomoeda e Blockchain a nossa crescente base de clientes".

Breve detalhemento do projeto de parceria

Sob a parceria, a Intel e a Ledger se concentrarão no desenvolvimento de um chamado "enclave" em que as chaves privadas são armazenadas e onde as transações são geradas e assinadas. O projeto é semelhante ao acordo focado no armazenamento seguro que foi assinado pela Ledger e pela Gemalto no início de outubro de 2017. A colaboração Ledger/Gemalto envolveu o sistema de armazenamento de chave criptográfica BOLOS da Ledger e o Sistema de Seguranca de Hardware (HSM) da Gemalto.

A colaboração também faz parte do foco da Intel no hardware sob a sua estratégia de tecnologia de livro-razão distribuído (DLT). Um exemplo desta estratégia é a colaboração do gigante tecnológico com a start-up 21 Inc. na distribuição de chips de mineração Bitcoin em dispositivos eletrônicos de consumo.

O plano é integrar os chips de mineração aos produtos da Intel, como computadores pessoais de mesa (PC).

Com base no comunicado de imprensa emitido pelos parceiros, já existem várias carteiras de criptomoedas que estão agendadas para usar o proposto sistema de armazenamento de posse de moeda virtual. Entre elas estão as prestadoras de serviços MyEtherWallet e Electrum.

A Intel também construiu alianças com a Tencent no início deste ano e outras empresas da Blockchain na tentativa de se tornar uma das principais fornecedoras de aplicativos comerciais Blockchain.