Investidores institucionais querem essas três coisas antes de embarcar de vez na criptomoeda

Os investidores institucionais não estão sendo deixados de lado no BlockShow Asia 2019.

Em um painel intitulado “Unlocking Yield In Cryptocurrency Assets — Encouraging Institutions To Enter The Industry (Liberando o rendimento em ativos de criptomoeda — incentivando instituições a entrar no setor), vários líderes do setor de criptomoedas compartilharam seus pensamentos sobre como tornar a tecnologia financeira emergente acessível às principais entidades financeiras.

Entre os palestrantes estavam Jasper Lee, diretor administrativo do eToro Group Asia; Justin Chow, chefe de desenvolvimento de negócios para a Ásia da Cumberland; Saharan Nair, diretor de negócios da CoinSwitch e Ben Zhou, cofundador e CEO da Bybit.

Moderado pelo fundador da DataDash, Nicholas Merten, o painel cobriu o papel dos investidores institucionais no mundo cripto e os desafios que esses investidores enfrentam ao entrar no espaço cripto.

Justin Chow começou, dizendo:

"Custódia, liquidez e regulamentação são as três principais demandas dos investidores institucionais que entram na criptomeoda".

Os outros membros do painel concordaram que esses são catalisadores essenciais, sugerindo que o interesse institucional no investimento em cripto está crescendo dia após dia.

Outro ponto alto do debate ocorreu quando Merten perguntou aos participantes do painel quais países estão se saindo melhor no esforço para adotar criptomoedas. Jasper Lee disse: “Qual país é o melhor realmente depende do tipo de negócio que você deseja focar. Por exemplo, se você estiver no varejo, não irá a Hong Kong. Você provavelmente escolheria licenças em uma ilha."

Ben Zhou acrescentou: “Do ponto de vista das exchanges, estamos focados em clientes de varejo. Estamos registrados nas Ilhas Virgens Britânicas e temos nossa sede em Singapura - o governo singapuriano está aberto à tecnologia de cripto e blockchain. Mas eu adoraria ver uma estrutura nos EUA, pelo menos sobre como obter uma licença adequada para que possamos realmente entrar no mercado. Sabemos que é um mercado enorme, mas não podemos alcançá-lo."

Saharan Nair acrescentou que os reguladores precisam facilitar o uso de criptomoedas: "Os regulamentos precisam ser projetados para o que o usuário deseja e precisa".