Hyperledger Blockchain oblitera banco canadense de pagamento internacional

O Royal Bank of Canada (RBC) está usando o Hyperledger baseado em Blockchain para seus assentamentos interbancários nos EUA e Canadá.

Em comentários exclusivos à Reuters na quinta-feira, o vice-presidente executivo de inovação e tecnologia, Martin Wildberger, disse que a tecnologia estava "obliterando" o controle obsoleto de transações do banco por "várias semanas".

"Todo mundo reconhece que o Blockchain será transformador e crítico", disse ele à publicação. "No mesmo momento, penso que todo mundo reconhece que estes são os primeiros dias".

O movimento marca a entrada mais recente do Hyperledger no setor de pagamentos tradicionais, com múltiplas organizações importantes em todo o mundo que já alavancam o Blockchain para economizar tempo e dinheiro e melhorar a segurança.

Contraste

A RBC, que agora está falando sobre a chamada "tecnologia de livro-razão distribuído", contrasta com a decisão do banco central canadense em maio deste ano de não implementar o Blockchain para seus pagamentos domésticos.

"Queríamos configurá-lo como um livro-razão obliterador para que possamos demonstrar nossa liderança na exploração dessa tecnologia, ao mesmo tempo em que reconhecemos que a tecnologia ainda está 'verde' na fase de adoção", acrescentou Wildberger.

No início deste mês, as autoridades aprovaram o primeiro gestor de fundos registrado do país para o Bitcoin da First Block Capital.

Ao mesmo tempo, o banco central produziu avisos sobre ICOs, resultado do qual a plataforma canadense de mensagens Kik que excluiu investidores locais de sua venda de US$ 98 milhões.