Departamento de indústria e comércio de Hanoi proíbe o uso de criptomoedas no comércio eletrônico

O Departamento de Indústria e Comércio de Hanói proibiu organizações e indivíduos envolvidos em negócios de e-commerce na cidade de usar Bitcoin e outras criptomoedas para liquidar transações online, em um documento emitido a partes relevantes em 13 de abril.

O documento cita decretos do governo sobre instrumentos de pagamento não monetários, enfatizando que “a emissão, fornecimento, uso de Bitcoin e moedas virtuais semelhantes é proibida no Vietnã”. As violações estão sujeitas a uma “multa entre VND 150 milhões (US$6.608) e 200 milhões (US$8.810) para indivíduos e organizações. ”Além disso, a partir de janeiro de 2018, a emissão e o uso de criptomoedas“ podem estar sujeitos a processos criminais”.

A ação de cripto no Vietnã se intensificou na semana passada, depois que o primeiro-ministro Nguyen Xuan Phuc pediu que o governo e os órgãos financeiros reforçassem sua supervisão das atividades relacionadas à criptomoeda.

A diretiva seguiu relatórios sobre o que poderia ser a maior fraude cripto da história (658 milhões de dólares), se provada verdade, envolvendo a suposta defraudação de 32.000 investidores por duas ICOs lideradas por um grupo baseado no Vietnã. A polícia está atualmente investigando o caso.

Uma proibição definitiva do uso da criptomoeda como meio de pagamento está em vigor no Vietnã desde 2017, mas o Ministério da Justiça está agora procurando desenvolver um marco regulatório mais robusto e abrangente, seguindo as ordens do primeiro-ministro.