Extorsão de Bitcoin crescente: de Trump a Colégios e Negócios

O conselheiro sênior e genro do presidente Donald Trump dos EUA, Jared Kushner afirma que alguém tentou extorqui-lo em 52 Bitcoin antes das eleições presidenciais de 2016.

Kushner, casado com a filha de Trump, Ivanka, disse que recebeu um e-mail de um certo "Guccifer400", exigindo o valor, que é cerca de US$ 37.000 naquela época, ou US$ 133.000 no momento deste artigo.

Caso contrário, o remetente ameaçava liberar as controversas declarações fiscais de Trump.

Por que agora: diversão conveniente?

Kushner revelou os detalhes das alegações durante seu comparecimento ao Congresso, já que ele está sendo investigado em conexão com a suposta colusão da campanha de Trump com autoridades russas durante a eleição do ano passado. Ele negou categoricamente tais acusações.

As reuniões anteriores de Kushner com autoridades russas agora estão sendo consideradas suspeitas, à luz da alegada interferência para manipular os resultados das eleições em favor de seu sogro.

Ainda não está claro, no entanto, por que Kushner recentemente revelou o suposto esquema de chantagem.

Isso poderia ser para mostrar que nem todos os hackers russos estão trabalhando a favor de Trump?

As especulações dizem que Guccifer400 parece ser uma referência a Guccifer 2.0, um hacker ligado a interferências políticas antes. O infame Guccifer é conhecido principalmente por hackear servidores de e-mail e despejá-los na internet, incluindo os e-mails do Comitê Nacional Democrata.

As controversas declarações fiscais permanecem secretas

Infelizmente, nada passou de ameaça apesar da investigação do Serviço Secreto. As declarações fiscais de Trump permanecem secretas, já que não foram divulgados pelo hacker suposto.

Ele escreveu:

"Eu levei o email ao conhecimento de um agente do Serviço Secreto dos EUA no avião em que estávamos todos viajando e perguntei o que ele achava. Ele me recomendou ignorá-lo e não responder - o que eu fiz. O remetente nunca mais me contatou".

As declarações fiscais foram um vo de mistério durante a campanha, sendo Trump o único candidato que optou por não divulgar os referidos documentos.

Crescente lista de indústrias propensas a extorsão de Bitcoin

Trump não é a única figura pública e oficial do governo propenso à extorsão de Bitcoin.

Na verdade, bancos russoscolégios tecnicos britânicos e pequenos negócios foram alvo de ataques ransomware separados exigindo em troca resgates em Bitcoin.

Apenas nos EUA, mais de 2.600 queixas de ransomware foram recebidas pelo FBI em 2016, custando mais de US$ 1,3 bilhão e os números não apresentam queda, na verdade aumentaram em 50% desde o ano passado.

Melhores práticas de segurança on-line para proteger-se de Ransomware

À medida que cresce o número de ransomware relacionado com o Bitcoin, como pode o cidadão médio proteger-se de tais ameaças cibernéticas?

Com a maioria dos ataques provenientes principalmente de e-mails ou programas desconhecidos, a empresa de segurança Alert Logic compartilha algumas dicas úteis para evitar que você se torne a próxima vítima da extorsão Bitcoin.

  1. Colocar determinadas aplicações numa lista branca

  2. Desativar macros no Microsoft Office para usuários contumazes de Excel

  3. Verificar duplamente os remetentes quando você suspeitar de anexos

Uma vez que a maioria dos ataques de ransomware são realizados através de e-mail e, em particular, usando contatos aparentemente confiáveis, é sempre melhor checar com eles através de outras plataformas.