Acordos financeiros globais caem 26 por cento, bancos ‘diminuindo’; relatório da GlobalData

Como os investimentos em criptomoedas continuam a subir, os acordos globais de finanças declinaram até 26 por cento neste ano, de acordo com os resultados da GlobalData

Os acordos de serviços financeiros gerais da indústria caíram de 587 no quarto quatrimestre para 561 no primeiro quatrimestre de 2017, enquanto que os acordos de capital privado caíram 26 por cento.

Parecido com o fenômeno em andamento das startups de Blockchain, o capital de risco  foi o único setor que cresceu, revertendo a tendência em um aumento de 23 por cento em acordos bem-sucedidos.

Como fusões e aquisições ganharam impulso na região da Ásia-Pacífico, o analista sênior da GlobalData, Ravi Sharma, comentou em uma nota à imprensa: "Os bancos internacionais estão diminuindo as operações, provendo uma oportunidade para os bancos locais expandir sua presença em outros mercados dentrod a região em larga escala."

A companhia cita eventos geopolíticos pelo mundo como a maior causa de nervosismo na comunidade financeira.

Como a "incerteza" é conhecida por ter efeito inverso na moeda digital, com o investidor do Snapchat Jeremy Liew repetindo sua crença nesta tendência nesta semana, visto que ele disse que o Bitcoin é o lugar onde os investidores deveriam estar hoje.

Fintech na linha de frente

"Mudanças nos cenários políticos e econômicos, incluindo o Brexit, a  eleição nos EUA, e uma queda de crescimento da China criaram um sentimento global de incerteza,", adiciona a nota à imprensa 

Enquanto a referência explícita ao Blockchain foi deixada de lado, Sharma concordou que o futuro giraria em torno do Fintech.

"O Fintech continuará na linha de frente dos acordos. Um aumento no número de instituições financeiras estão investingo ou entrando em parcerias com estas companhias para  melhorar seus negócios." conclui.