Regulador bancário global alerta sobre bolha Bitcoin

Bitcoin teve uma semana tremenda, por qualquer ótica, mas Stefan Ingves, presidente do Riksbank da Suécia e presidente dos reguladores globais no Comitê de Basileia, alertou os investidores que o risco pode ser enorme. De acordo com o regulador, investir em Bitcoin é um empreendimento perigoso.

O regulador bancário enfatizou que o investimento em coisas que se elevam de forma descontrolada geralmente não é uma boa idéia, dada a natureza do investimento em geral. Ele disse que o futuro das criptomoedas e do mundo bancário tradicional não está particularmente vinculado, e deixou claro que os bancos legados não eram uma coisa do passado. Ele disse:

"Deixe-me também enfatizar que às vezes há um hype quando as pessoas falam sobre fintech, pensando que os bons e velhos bancos vão desaparecer. Mas eu não acho que isso acontecerá porque, independentemente da tecnologia disponível, na maioria dos países, nós temos bancos já há centenas e centenas de anos e, provavelmente, continuará assim".

Outras opiniões

Claro, muitos, tanto dentro como fora do mercado de criptomoeda, veem os comentários de Ingves como limitados e tendenciosos, dado seu status atual de banqueiro. Mark Yusko, por exemplo, recentemente sugeriu que os banqueiros deveriam ter medo do Bitcoin e que o preço apenas começou a aumentar.

Mark W. Yusko diz: Aqui está no que eu acredito. #Bitcoin entrando no joelho da curva em S e tem um longo caminho a percorrer ...

Outros membros da indústria concordam, embora também especulem que os governos continuarão a impor nova regulamentação no mercado de criptomoeda. Particularmente dado o anonimato tornado possível através do Bitcoin e outros, parece provável que alguns governos certamente busquem maiores níveis de controle. De acordo com Ted O'Neill - Fundador e Presidente da Narrative:

"Continuaremos a ver os governos se envolverem mais do ponto de vista regulatório. Bitcoin e outras criptomoedas são uma ameaça ao status quo. À medida que a cripto continua a ganhar força, forçará todos os governos a avaliar o impacto líquido. A maior ameaça a longo prazo é para os sistemas tributários; o controle incomparável que as pessoas possuem com a cripto dificulta o rastreamento do fluxo de transações e, portanto, muitos governos vão querer regular (e controlar) essas transações o máximo possível". 


Siga-nos no Facebook