Exchange Gemini se une à Silvergate Exchange Network para realizar transferências de dinheiro 24/7

Gemini, a exchange de criptomoedas fundada pelos irmãos Winklevoss, está se unindo ao Silvergate Exchange Network (SEN) do banco Silvergate, compatível com criptomoedas, para acelerar transferências bancárias.

Transferência de dinheiro em tempo real

A Gemini anunciou a mudança em um post oficial do seu blog em 27 de agosto. De acordo com o anúncio, o principal benefício da parceria da exchange com a Silvergate é que os clientes investidores institucionais da Gemini podem retirar e depositar dólares dos Estados Unidos de suas contas a qualquer momento. Esse já é o padrão da indústria para criptomoedas, mas não para dinheiro fiduciário, de acordo com o relatório.

Além disso, o anúncio afirma que a Gemini está integrado à API (interface de programação de aplicativos) da SEN. A integração com a API da SEN permitrá que a Gemini processe as solicitações de depósito e retirada de seus clientes automaticamente, em tempo real.

O crescimento da Silvergate no final de 2018

De acordo com um documento da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), a Silvergate ganhou quase 60 novos clientes na área de criptomoedas no último trimestre de 2018. Pelo registro, a Silvergate atendeu 542 clientes envolvidos em moeda digital, ao passo que informou  483 à SEC em Setembro de 2018.

No registro mais recente, a Silvergate resumiu a escala do mercado de criptomoedas. O banco escreveu:

“Mais de US $ 8,3 bilhões foram investidos em projetos relacionados à moedas digitais, excluindo ICOs, desde 31 de dezembro de 2013. Aproximadamente US $ 1,3 bilhão em financiamento de risco foi levantado no mercado de criptomoeda e blockchain nos 12 meses encerrados em 30 de junho de 2018 , que é a data mais recente em que tal informação está disponível.”

A expansão da Gemini na Austrália

Como anteriormente reportado pelo Cointelegraph, a Gemini anunciou na semana passada que está se expandindo para a Austrália. Seus serviços de negociações de criptomoedas e custódia estarão disponíveis para residentes australianos por meio de aplicativos móveis em iOS e Android