Gemini agrega suporte a negociação e custódia à rede ABC do Bitcoin Cash

A exchange cripto Gemini anunciou hoje o apoio à custódia e negociação do Bitcoin Cash (BCH) com uma postagem em seu blog oficial no Medium em 8 de dezembro. A Gemini, sediada nos Estados Unidos, foi fundada em 2015 pelos irmãos Winklevoss.

A exchange apontou que, no momento, “só fornecerá suporte à rede Bitcoin ABC”, que é identificada na plataforma como “Bitcoin Cash com ticker: BCH”.

A Gemini declarou que "continua a avaliar o Bitcoin SV nas próximas semanas ou meses, e podemos ou não optar por apoiar as retiradas e/ou negociações do Bitcoin SV no futuro".

A fim de garantir a conformidade legal, a empresa, que afirma ser a exchange cripto e custodiante mais regulada do mundo, teria trabalhado em estreita colaboração com o Departamento de Serviços Financeiros do Estado de Nova York (NYSDFS) para obter aprovação para oferecer serviços de negociação e custódia de Bitcoin Cash. .

Bitcoin SV e Bitcoin ABC são os dois blockchains que disputaram o nome do Bitcoin Cash após um controverso hard fork. O que muitas vezes foi chamado de “guerra” na comunidade de criptografia terminou quando o empreendedor e bilionário do Bitcoin SV, Calvin Ayre, declarou que a rede não quer mais o nome Bitcoin Cash, como reportou a Cointelegraph em 24 de novembro.

Em outubro, a Gemini recebeu aprovação regulamentar para oferecer a negociação da criptomoeda Litecoin (LTC). O vice-presidente de engenharia da Gemini, Eric Winer, observou que a “conformidade bancária e obrigações fiduciárias” da Gemini, sob supervisão da NYDFS. Ele afirmou que o apoio comercial da Litecoin veio como resultado de uma estreita cooperação com os reguladores, e que a exchange está se aproximando de novos ativos com uma abordagem de “segurança em primeiro lugar”.