Gazprom e companhia aérea russa S7 abastecem aeronaves com Blockchain no primeiro caso doméstico

A empresa aérea russa S7 Airlines fez uma parceria com a estatal Gazprom Neft para usar contratos inteligentes baseados em blockchain para abastecimento de aeronaves, confirmou um comunicado à imprensa na sexta-feira, 24 de agosto.

A S7, que desenvolveu vários casos de uso de blockchain nos últimos dois anos, agora usará a tecnologia para aumentar a eficiência de entrega e pagamento de combustível, bem como no processo de reabastecimento nos aeroportos.

A parceria inclui a subsidiária dedicada ao reabastecimento de aviação Gazpromneft-Aero da Gazprom Neft.

"O uso das tecnologias blockchain na contabilidade recíproca e nas liquidações entre empresas de aviação e operadores de combustíveis dá um novo impulso ao desenvolvimento de toda a indústria da aviação", comentou o CEO da Gazpromneft-Aero, Vladimir Egorov.

De acordo com as partes envolvidas, a medida marca o primeiro uso de tais tecnologias blockchain no mercado russo.

Os contratos inteligentes substituirão o atual processo mais complexo, envolvendo pagamentos antecipados, garantias bancárias e “riscos associados”, explica a Gazprom, o que, por sua vez, gerará redução do tempo de processamento e economia nos custos de mão-de-obra.

“De acordo com os procedimentos estabelecidos, uma vez que o reabastecimento esteja completo, a reconciliação ocorre e a liquidação é feita”, acrescentou o CIO do Grupo S7, Pavel Voronin:

“A tecnologia significa que a transparência nos assentamentos recíprocos está melhorando, o que significa que podemos abandonar uma série de operações manuais e acelerar processos.”

No final de 2016, o S7 fez uma parceria com o banco local Alfa Bank no uso de contratos inteligentes para pagamentos B2B, enquanto no ano passado, a venda de ingressos começou no que Voronin descreveu na época como “primeira compra de bilhete de avião do mundo por meio de um blockchain aberto para um banco”.