Galaxy Digital e Block.One lideram rodada de financiamento de US $ 30 milhões para banco disruptivo americano

O banco mercantil focado em criptomoeda Galaxy Digital e a Block.One lideraram uma rodada de investimentos de Série A de US $ 30 milhões na plataforma de neo-banking americana Good Money. A notícia foi confirmada por um comunicado de imprensa de 10 de dezembro.

Com o objetivo de equilibrar a propriedade do usuário com a doação de parte dos lucros e do patrimônio, a Good Money fornece serviços bancários e um punhado de instrumentos financeiros associados para os correntistas dos EUA.

O investimento veio principalmente via Galaxy e o fundo comjunto da Block.One, o Galaxy EOS VC, um dos vários fundos sob o guarda-chuva da Block.One.

"O setor bancário moderno é o principal responsável por tantos problemas que enfrentamos como sociedade - da desigualdade econômica, racismo institucional, destruição ambiental à corrupção política", comentou o fundador da Good Money, Gunnar Lovelace, no comunicado de imprensa.

O mercado neo-bancário está rapidamente ganhando terreno em relação aos provedores tradicionais dentro e fora dos EUA.

Como publicado pela Cointelegraph, entidades europeias como a Revolut têm procurado combinar ofertas de blockchain e criptomoeda com serviços bancários, visando altas taxas de transferência dos bancos para atrair usuários fora de sua zona de conforto.

A Good Money segue um ethos semelhante, abandonando as taxas de caixas eletrônicos e oferecendo a cada usuário o capital da empresa. Antes de seu lançamento, ainda não se sabe se a mais recente entrada de fundos abre espaço para o suporte à criptomoeda.

A própria Galaxy, enquanto isso, teve um ano difícil. Segundo ela própria, a empresa perdeu US $ 136 milhões no terceiro trimestre, devido à queda nos preços de criptomoeda. O CEO Michael Novogratz continua animado com o retorno do Bitcoin (BTC), dizendo à mídia tradicional que um influxo de investidores institutionais deve produzir resultados até o segundo trimestre de 2019.