G20 considera o cripto como um ativo, não moedas, de acordo com documento

Um rascunho de um documento do G20 - adquirido pela Bloomberg - lê que as criptomoedas "não possuem os traços de moedas soberanas", o que implica que o G20 considera os criptos como um bem e não como uma moeda, a Bloomberg escreve hoje, 20 de março.

A questão de como definir criptomoedas deve ser discutida esta tarde, de acordo com a Bloomberg.

Klaas Knot, presidente do Conselho de Estabilidade Financeira (FSB), órgão regulador internacional formado pelo G20 em 2009 e presidente do De Nederlandsche Bank NV, disse à Bloomberg que "Se você chamá-lo de recursos criptos, tokens criptos - definitivamente não criptomoedas - deixe que seja clara uma mensagem, pelo que eu saiba:"

"Eu não acho que nenhum desses criptos satisfaça os três papéis que o dinheiro desempenha em uma economia".

Ontem, o preço do BTC saltou em torno de US$1000 depois que uma carta ao G20 circulou do governador do Bank of England, também o chefe do FSB, que disse que os criptos não eram um "risco" para a economia mundial.