Thomas Lee da Fundstrat: Fraqueza no Bitcoin é causada pela expiração de futuros

De acordo com o chefe de pesquisa da Fundstrat, Thomas Lee, o recente declínio no preço do Bitcoin (BTC) é provavelmente o resultado da expiração dos futuros de Bitcoin, informou a Bloomberg em 14 de junho.

Em um relatório, Lee explicou que a fraqueza do "gut wreching" no Bitcoin (BTC), que caiu mais de 20 por cento no início desta semana, foi o resultado de contratos futuros expirando. Lee disse que a "volatilidade significativa" é uma das seis expirações do Bitcoin que aconteceram desde que a CBOE lançou seus contratos futuros em dezembro de 2017. Lee escrfeveu:

"O Bitcoin vê mudanças drásticas nos preços em torno das expirações de futuros da CBOE... Nós compilamos alguns dados e isso realmente parece ser verdade".

De acordo com Lee, o Bitcoin geralmente vê uma queda de cerca de 18% em 10 dias antes da expiração dos contratos futuros, com os preços em geral se recuperando até seis dias depois. Lee explicou que, se um trader é longo no Bitcoin e curto nos futuros, os detentores podem vender grandes ações de BTC ao preço médio ponderado pelo volume, à medida que os contratos se aproximam da expiração.

Perto da expiração, no entanto, eles podem vender o Bitcoin restante, o que faz com que o preço caia, e deixar a posição vendida no futuro fecha "com um lucro considerável".

Lee também observou uma pequena quantidade de investimento nos mercados de cripto neste ano, alegando que há mais oferta líquida neste ano em meio a ofertas iniciais de moedas (ICOs), recompensas mineração e impostos sobre ganhos de capital.

Os mercados de cripto registraram uma ligeira recuperação hoje, com ganhos de valor total de mercado com queda de cerca de US $ 20 bilhões do índice de quarta-feira de US $ 271 bilhões. Tendo caído para US $ 6.263 esta semana, o Bitcoin registrou um crescimento de mais de 5% no período de 24 horas, e está sendo negociado em torno de US $ 6.618 no momento deste texto.

Recentemente a Cointelegraph reportou que a Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities dos EUA (CFTC) lançou uma sondagem sobre quatro grandes casas de câmbio de cripto, Bitstamp, Coinbase, itBit e Kraken, que fornecem dados para o CME Group, que lançou o mercado futuro de Bitcoin em dezembro de 2017. A CFTC está investigando se essas plataformas tomaram alguma ação que pudesse constituir manipulação dos preços das criptomoedas.