França: Banco Central não endossa planos para lojas de tabaco venderem Bitcoin

A Federação Francesa de Tabaco, a Fédération des Buralistes, obteve permissão para vender Bitcoin (BTC) para tabacarias a partir de janeiro de 2019, a rede de rádio francesa privada Europe 1 informou em 21 de novembro.

Em um acordo com a KeplerK, fornecedora de carteiras de criptomoedas francesa, a partir do início do próximo ano, até 4.000 lojas pequenas venderão cupons de Bitcoin que os clientes podem trocar por cripto no site da KeplerK quando abrirem uma carteira.

O BTC estará disponível nas denominações de 50, 100 e 250 euros e, subsequentemente, será lançado nos restantes pontos de venda.

De acordo com a Europa 1, foi a Autoridade de Supervisão e Resolução Prudencial Francesa (ACPR), uma autoridade independente que opera sob os auspícios do banco central da França, que deu luz verde ao projeto.

Após o anúncio, no entanto, o próprio Banco da França emitiu uma declaração negando que tais planos tivessem sua bênção.

"Ao contrário do que foi afirmado nesta manhã [...] sem verificação prévia, nenhum acordo foi assinado com o objetivo de permitir as vendas de Bitcoin por tabacarias", disse a AFP citando a instituição, acrescentando:

"Além disso, nenhum desses acordos está sendo previsto ou em discussão."

A Europe 1 comentou que a ACPR não teve “escolha”, mas aprovar as vendas devido à taxa na qual a cripto estava entrando na consciência dominante do consumidor.

A França emitiu mensagens mistas sobre criptomoeda em nível estatal, exigindo esforços regulatórios internacionais, enquanto o "Monsieur Bitcoin" do país, Jean-Pierre Landau, disse que o excesso de regulamentação traria um "perigo de três frentes".