Quatro casamentos e um Funeral, ao estilo Blockchain

Os contratos inteligentes trouxeram o Blockchain para mais perto da vida real. Depois que o contrato inteligente é assinado, ele é submetido ao armazenamento permanente como um registro seguro. Esta permanência levou ao desenvolvimento de uma série de serviços que permitem o contrato de casamento e o casamento no Blockchain.

Blockchain é para sempre

O primeiro casamento foi registrado no registro público do Blockchain em 5 de outubro de 2014. O casamento de David Mondrus e Joyce Bayo ocorreu em uma conferência privada de Bitcoin na Disney World em Orlando, Flórida. Para legalizar o casamento, o casal teve que verificar e confirmar o código QR, que foi então escrito diretamente no Bitcoin Blockchain. O juramento dos recém-casados foi:

"A vida não é eterna e a morte pode nos separar, mas o Blockchain é para sempre".

Testemunhando a eternidade

Outro exemplo de um casamento registrado no Blockchain é o do ativista de Bitcoin Oles Slobodenyuk e Irina Dukhnovskaya em 17 de julho de 2016. Na celebração, o apresentador registrou um certificado de casamento na plataforma Weddingbook.io em um Blockchain.

O site usa os recursos do Cryptograffiti, um serviço web que permite que as pessoas codifiquem mensagens ocultas no Bitcoin Blockchain usando uma interface especial on-line. É possível não só gravar o certificado de casamento permanentemente, mas também manter uma lista de testemunhas e votos de casamento em um Blockchain.

Apesar do fato de que nem todos os casamentos são bem-sucedidos, os desenvolvedores preveem que um número crescente de uniões estejam sendo registradas no Blockchains. Algumas plataformas ajudam os casais a não só registrar um casamento, mas também prescrever as condições da vida familiar no contrato de casamento.

Decisões inteligentes

Os desenvolvedores de TI Gaurang Torvekar e Sayalee Kaluskar, assinaram o primeiro e mais famoso contrato de casamento no Blockchain em 2016. O casal baixou o modelo de contrato de casamento para a solução baseada em nuvem do File System e assinou digitalmente usando a plataforma Atteras baseada em Ethereum.

O acordo do Prenup With Love especifica as condições de coabitação. Por exemplo, a frequência das compras, a quantidade de tarefas realizadas em casa, quanto tempo deve ser gasto em encontros noturnos, quais séries serão assistidas e assim por diante.

O contrato foi ativado depois que ambas as partes enviaram uma mensagem codificada de seus endereços IP, o que foi refletido no contrato inteligente. Este contrato tem um código aberto e todos os recém-casados podem usá-lo. Deve-se notar que esses contratos ainda não têm força legal. Os recém-casados comentaram sua decisão da seguinte forma:

"Falando sobre o Blockchain e suas infinitas possibilidades, decidimos usá-lo para resolver problemas familiares. Nós acreditamos que contratar um casamento no Blockchain é uma decisão inteligente".

O primeiro casamento na Rússia contratado com a ajuda do sistema Blockchain foi registrado em outubro de 2017.

Vasily Lifanovsky e Alla Tkachenko combinaram suas economias em criptografas em um único orçamento familiar. Este procedimento foi realizado na plataforma MyWish, com o objetivo de gerenciar recursos de criptomoeda em diversas situações da vida, inclusive durante o casamento.

Funeral incluído

A idéia e a implementação destes acordos são significativamente diferentes do acordo Prenup With Love. A essência do contrato de casamento no MyWish é que as economias do casal serão combinadas por um contrato inteligente, de onde poderão transferir fundos no futuro. Em caso de rescisão do contrato, todos os fundos armazenados na carteira serão divididos pela metade. Para cancelar a rescisão do contrato serão necessários três meses, no caso de uma decisão imprudente. Em caso de morte de uma das partes, os fundos serão transferidos para a conta do herdeiro ou do cônjuge. O marido explica:

"Quando eu aprendi pela primeira vez sobre o Blockchain, fiquei impressionado com o pensamento de que uma certa rede foi criada sobre as instituições econômicas existentes, que nós mesmos estamos influenciando. O sistema me inspirou tanto que eu decidi não apenas fazer parte do iminente futuro, mas também influenciá-lo. Criando minha família, quero garantir que nossas finanças sejam protegidas de várias circunstâncias".

Preparando-se para o divórcio

Além das plataformas existentes que permitem a contratação de um casamento agora, também esperam-se novos projetos para casais. Por exemplo, em junho de 2017 no fórum Hackathon em Skolkovo, a equipe Evolve Team, de Moscou, apresentou um novo projeto de contratos de casamento no Blockchain, a Wedding Chain. Esta fórmula de projeto consiste em um escritório de registro, contratos de casamento e gerenciamento do orçamento familiar. O componente financeiro da Wedding Chain permitirá manter os fundos em um contrato inteligente, gerenciá-lo por mútuo consentimento e dividir os fundos acumulados durante o divórcio. Agora este projeto está em construção.

Além dos motivos românticos para o casamento eterno no Blockchain, contratos inteligentes têm uma função completamente pragmática. Infelizmente, as estatísticas mostram que a taxa de divórcio varia entre 40% e 50% dos casamentos. Os contratos inteligentes ajudarão a minimizar as demandas de energia em relação ao divórcio.

Certas condições podem ser prescritas que permitam que os processos de divórcio sejam realizados de forma automática. Tais contratos não exigem a participação de um tabelião, tornando todo o procedimento mais rentável e simplificado. Os contratos inteligentes também podem facilitar o processo de um acordo de divórcio.

É perfeitamente possível que a lei adote o contato dos casamentos no Blockchain. Poderia reduzir os custos dos divorciados, bem como reduzir o ônus sobre os tribunais e os escritórios de registro. Está ficando claro que os contratos inteligentes são a forma mais conveniente para os contratos de casamento. Nesse contexto, pode-se supor que, seguindo as plataformas listadas, haverá uma série de projetos dedicados a esse tema.


Siga-nos no Facebook