Cinco desbravadores da cripto aparecem na lista "40 Under 40" da Fortune

Cinco grandes inovadores da cripto conquistaram quatro posições no ranking anual "40 Under 40" (“40 antes dos 40”, em tradução livre) da Fortune para os mais poderosos jovens disruptores em negócios globais, divulgada em 2018 em 19 de julho.

A primeira versão da lista de antes dos 40 da Fortune decorreu de 1999-2003 e classificou os novos titãs do boom das pontocom puramente baseado na sua riqueza. Após o crash financeiro de 2008, a lista foi reinventada para tomar o pulso das maiores realizações, poder e influência das figuras no cenário global.

Neste ano, o cofundador da Ethereum (ETH) Vitalik Buterin, 24, cravou um lugar na lista pelo terceiro ano consecutivo, classificado-se no 22º lugar e aclamado como um “visionário magrelo” cujo “experimento” se tornou a segunda invenção cripto mais valiosa depois do Bitcoin (BTC).

A caracterização baseia-se em algo de uma tendência, com Buterin no ano passado sendo estilizado como um “twiggy, desenvolvedor de software nascido na Rússia” como ele ficou em 10º, e em 31º lugar em sua estreia na lista em 2016, pintando um retrato precoce de seu amor de infância pelo Microsoft Excel.

Neste ano, a Fortune chama a atenção para o “golpe de sorte” representado pela recente decisão da Comissão de Valores Mobiliários (SEC) de não regulamentar o Ether como título, e também observa que Buterin recentemente se recusou a trabalhar para o gigante de tecnologia Google e se mantém nativo da esfera cripto.

Brian Armstrong, 34 anos, CEO do importante serviço de câmbio de moedas e carteira cripto Coinbase dos EUA, apareceu na lista pela segunda vez, ocupando o 20º lugarNo ano passado, ele ficou em décimo lugar, depois que a Coinbase foi avaliada em US $ 1,6 bilhão no outono de 2017, tornando-se o primeiro “unicórnio” da indústria blockchain. Este ano, a Fortune acena para as "licenças financeiras tentadoras" que podem levar a influência da Coinbase ainda mais longe.

O desenvolvedor russo Pavel Durov, de 33 anos, ficou no 25º lugar, aparecendo na lista pela primeira vez. Durov fundou o popular site de rede sociai VKontakte, bem como o aplicativo de bate-papo criptografado Telegram, que atraiu 200 milhões de usuários. Em março deste ano, o Telegram concluiu duas ofertas iniciais de moedas (ICO) de US $ 850 milhões para lançar um token nativo, elevando seus ganhos totais da ICO para US $ 1,7 bilhão.

No 24º lugar estão Vlad Tenev, de 31 anos, e Baiji Bhatt, 33 anos, dois “Stanford Math Whizzes” e co-CEOs do aplicativo de corretagem Robinhood, que tem oferecido uma plataforma de cripto de taxa zero em alguns estados norte-americanos desde fevereiro. O projeto, que recentemente arrecadou US $ 363 milhões em financiamento para expandir o suporte de cripto nos EUA, tem uma avaliação de US $ 5,6 bilhões que o levou a se tornar a segunda mais valiosa startup de fintech americana.

Os representantes da indústria cripto da Fortune, portanto, mais do que dobraram sua presença no último ano.