David Marcus, do Facebook, sai da Coinbase para evitar que "apareça" conflito de interesses

O chefe da blockchain do Facebook, David Marcus, anunciou que estava deixando sua posição no conselho de administração da casa de câmbio de criptomoedas dos EUA, Coinbase, na sexta-feira, 10 de agosto, em uma declaração vista por várias fontes de notícias

Marcus, que se juntou a diretoria da casa de câmbio em dezembro de 2017 e virou gerente de um grupo de pesquisa sobre blockchain no Facebook em maio, disse que agora acha que é "apropriado" ir embora.

“Por causa do novo grupo que estou criando no Facebook em torno da Blockchain, decidi que seria apropriado demitir-me da diretoria da Coinbase.

“... fiquei realmente muito impressionado com o talento e a execução que a equipe demonstrou durante meu mandato, e desejo ao time todo o sucesso que merece daqui para frente.”

A decisão vem enquanto rumores sobre uma potencial aquisição da Coinbase pelo Facebook continuam a girar. No mês passado, a plataforma de mídia social permitiu que a casa de câmbio anunciasse seus serviços, revertendo uma proibição que entrou em vigor em janeiro.

Correspondentemente, as fontes de notícias citavam fontes que sugeriam que um “conflito de interesses” aparente estava no coração de Marcus desistindo seu lugar na diretoria.

De acordo com o porta-voz do Facebook, que conversou com a CNBC, esse ato foi feito "para evitar que apareça um de conflito, e não por causa de um conflito existente".

"Sob a liderança de David, o Facebook está prestes a ser um dos principais jogadores na área de cripto e um adquirente ativo", disse Ryan Gilbert, sócio da Propel Venture Partners e investidor menor da Coinbase.