Usuários do Facebook podem recuperar o controle do conteúdo com a Blockchain: Analista

O Blockchain poderia ser uma solução para a batalha que os usuários de mídia social enfrentam sobre o uso indevido de dados e conteúdo pessoais, disse a RBC Capital Markets em 21 de março.

Falando com o CNBC após o escândalo de privacidade do Facebook, o analista do RBC Mitch Steves disse que o Blockchain é "para onde estamos indo no longo prazo" em relação à integridade dos dados online.

"No futuro, alguém como você não precisa mais dar suas fotos para o Facebook", disse Steves ao segmento de Fast Money da rede.

"Em vez disso, você poderia compartilhar essa foto especificamente com as pessoas e, em seguida, seria capaz de rastreá-la e garantir que ela não seja compartilhada com alguém que tenha acesso às suas informações".

Embora a tecnologia Blockchain até agora não tenha feito incursões nas principais configurações técnicas de mídias sociais, alternativas dedicadas baseadas no Blockchain continuam a aparecer, desde redes de namoro até comunidades como a Steemit.

Como Steves observa, no entanto, por mais que a tecnologia ofereça transparência, os usuários do Facebook ainda não teriam o poder total sobre como seus dados se espalham pela Internet.

"O único problema que não resolve é que não permite que você o interrompa", continuou ele sobre terceiros compartilhando conteúdo que, inconscientemente, tornou-se acessível a eles por meio das configurações de privacidade de um usuário.

"Digamos que o Facebook decidiu vender sua foto para algum anunciante... você veria que a transação aconteceu, mas não conseguiria impedir que a transação ocorresse em primeiro lugar".

No que agora pode ser visto com uma pitada de ironia, em janeiro, o Facebook baniu anúncios de criptomoedas em toda a plataforma sobre o que descreveu como “práticas promocionais enganosas”.