Especialistas discutem blockchain e democracia e a "liberdade do dinheiro" na BlockShow Americas

A BlockShow Americas 2018 começou na manhã de ontem em Las Vegas, reunindo mais de 1.500 participantes e 80 palestrantes da indústria de blockchain de mais de 50 países em todo o mundo para discutir os tópicos mais quentes que afetam a comunidade blockchain.

Ontem, o palco principal trouxe à tona iniciativas governamentais, o impacto do blockchain nas principais indústrias e as últimas atualizações sobre aspectos tecnológicos e legais, enquanto o segundo palco promoveu um fórum para ideias e opiniões conflitantes, onde empresas e especialistas globais desafiaram as posições um do outro.

A conferência reune líderes e profissionais da indústria, que lançam luz sobre a natureza disruptiva do blockchain nos campos de IA, publicidade, imóveis e muito mais. Johanna Maska, ex-chefe de assessoria de imprensa da Casa Branca no governo Barack Obama, fez um discurso sobre a possibilidade de construir a democracia com blockchain.

Herb Stephens, cofundador e tesoureiro da Democracy Earth Foundation, também falou na conferência sobre a democracia movida a blockchain. Stephens argumentou que “a corrupção existe em bancos de dados centralizados. Estamos mudando de corruptíveis para incorruptíveis . Dmitry Matskevich, CEO e cofundador da Dbrain acrescentou:

“A democracia é sobre a inclusão de minorias e aquelas sem acesso, incluindo a tecnologia. Habilidade para distribuir o poder da maioria para a minoria. ”

Bobby Lee, membro do conselho da Fundação Bitcoin e cofundador do BTCC, falou sobre a “liberdade de dinheiro”. Segundo Lee, as instituições financeiras e reguladores atualmente “têm controle absoluto sobre seu dinheiro”. Ele disse:

“Para mim, a revolução cripto é sobre a liberdade do dinheiro. Como liberdade de expressão."

O famoso defensor do Bitcoin também delineou os quatro principais erros a serem evitados no investimento cripto; indecisão em investir, não comprar o suficiente, vender depois de um pequeno ganho, e vender depois de uma quebra causada pelo pânico.

A conferência continuou com debates sobre como a regulamentação adequada pode promover o desenvolvimento de blockchain, com participantes do setor e especialistas em direito tributário, jurídico e contábil. Julian Zegelman, investidor-anjo e sócio-fundador do TMT Blockchain Fund, argumentou que o setor vem experimentando o "agnosticismo jurisdicional".

Discutindo os desafios das Ofertas Inicias de Moedas (ICO), Naeem Aslam, CMA da ThinkMarkets e colunista da Forbes, disse que “a estabilidade de preços é o fator chave para as ICOs e os regulamentos”. Andrew L. Rossow, advogado e professor adjunto de Direito, comentou:

“Começa com apenas ser inteligente. Tenha certeza de que você está protegido. Nem sempre acreditando no que você está vendo."

Fique ligado na Cointelegraph para mais notícias da BlockShow Americas 2018.