Serviço de custódia de cripto com foco na Europa, a Multiwallet faz requerimento de Licença de Custódia em Malta

A Multiwallet, empresa Blockchain, lançará um serviço de custódia cripto voltado para a Europa e regulamentado pelos reguladores de Malta, revelou a empresa à Cointelegraph no Malta Blockchain Summit em 2 de novembro.

Afirmando estar totalmente em conformidade com os requisitos iniciais existentes de Malta para um serviço de custódia de cripto, a Multiwallet está agora buscando uma licença de custódia do governo maltês. Como dito à Cointelegraph, o próximo serviço de custódia será regulado pela Autoridade de Serviços Financeiros de Malta e pela Autoridade de Inovação Digital de Malta para operar legalmente como uma ferramenta de gerenciamento de transações de criptomoeda em toda a Europa.

Embora a Multiwallet afirme estar totalmente em conformidade com os projetos de regras existentes para operar uma custódia cripto, o governo de Malta ainda está desenvolvendo e finalizando a legislação relevante, que supostamente levará outros 12 meses. Entretanto, a Multiwallet irá cooperar com as autoridades maltesas para se manter informado sobre um quadro regulamentar devido para a execução de um serviço licenciado de custódia cripto.

A plataforma Multiwallet é supostamente baseada na tecnologia da carteira de custódia global em múltiplas moedas Freewallet, que oferece serviços de câmbio para 25 criptomoedas, incluindo as principais moedas Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Litecoin (LTC) e outras. Embora a plataforma Freewallet suporte tanto dispositivos da web quanto dispositivos móveis, como iOS e Android, a Multiwallet está atualmente disponível apenas na web, com seu aplicativo para dispositivos móveis sendo lançado em 2019.

Como um país amigo da cripto e blockchain, Malta se tornou um centro global para o desenvolvimento e adoção de tecnologia blockchain.

No início de julho, o parlamento maltês aprovou três projetos de regulamentação transparente para os campos de cripto e blockchain, bem como atraiu diversas plataformas de cripto, como as maiores casas de câmbio cripto do mundo, Binance, OKex e BitPay, para abrir escritórios na região. país.

Mais recentemente, o governo de Malta anunciou o lançamento de uma força-tarefa nacional para desenvolver uma estratégia de inteligência artificial (IA), com o objetivo de fornecer um ambiente regulatório amigável semelhante ao adotado para a tecnologia blockchain.